Cidadeverde.com
Cidades

Criança arremessada de brinquedo segue em observação; pai vai acionar a Justiça

Imprimir

A menina de 11 anos, arremessada de um brinquedo em um parque de diversões na cidade de Regeneração no último sábado (7), segue em observação domiciliar em Teresina aguardando a realização de novos exames neurológicos. 

Segundo o pai da vítima, o policial militar Edson Lima, a menina não sofreu fraturas e está consciente, mas devido a gravidade do acidente segue sendo acompanhada com atenção. “Ainda é um estado preocupante, porque a pancada foi muito forte”, disse.

“No momento ela está estável, sob efeito dos remédios. Ela está tomando anti-inflamatórios e analgésicos. Vamos fazer exames neurológicos para verificar se existe alguma outra lesão que não esteja aparente”, completou o militar. 

Um vídeo gravado por um celular registrou o momento do acidente. Nas imagens, a menina e outras pessoas estão no brinquedo, quando em certo momento ela escorrega por baixo da grade de proteção e é arremessada

Edson Lima disse que a menina foi socorrida por funcionários do parque e levada a um hospital local logo depois do acidente. Em seguida, a vítima foi encaminhada para o hospital de Água Branca e posteriormente levada para a capital do estado. 

Muito revoltado, o pai da jovem questionou a segurança do brinquedo e afirmou que pretende ingressar com uma ação judicial contra a fabricante da máquina e o parque de diversões assim que o quadro de saúde estiver 100% recuperado. 

“Isso não pode acontecer. Pretendo acionar a fabricante do brinquedo na Justiça, com a intenção de banir essa máquina dos parques de diversão para evitar novas vítimas ou modificar o projeto do brinquedo”, frisou o policial. 

Brinquedo interditado 

Logo após o acidente, a Prefeitura de Regeneração determinou a interdição do brinquedo. De acordo com com a comunicação da gestão municipal, o funcionamento do parque foi mantido pois não foi constatada nenhuma irregularidade no estabelecimento.  

"Quando o parque chegou na cidade eles apresentaram toda a documentação e estava tudo correto. O que acontece é que antes da menina cair do brinquedo ela desmaiou, por isso que infelizmente aconteceu isso”, explicou Rayllo Araújo, assessor de comunicação.  O Cidadeverde.com não conseguiu contato com o parque.

Apuração do caso

A família da menina registrou um Boletim de Ocorrência denunciando o caso. Conforme o delegado Otony Neto, as informações ainda estão sendo levantadas e apuradas para, constatado a existência de crime, ser aberto um inquérito policial. 

“Abrimos uma verificação preliminar de informação. Precisamos de uma base para saber se houve crime ou não. Se tiver indício, abre-se um inquérito policial ou algum outro procedimento cabível”, informou o delegado de Amarante, onde o caso é apurado.

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir