Cidadeverde.com
Esporte

Sarah ganha prata em Copa do Mundo de Judô

Imprimir
 Márcio Rodrigues/FOTOCOM.NET
 
A judoca piauiense Sarah Meneses conquistou neste sábado (11), na Copa do Mundo de Judô, em Belo Horizonte, uma das doze medalhas obtidas pelo Brasil. Foram três de ouro, três de prata e seis de bronze. Os ouros foram conquistados por Denílson Lourenço (-60kg), Taciana Lima (-48kg) e Erika Miranda (-52kg). A Copa do Mundo de Judô faz parte do novo circuito de eventos da Federação Internacional e conta pontos para o ranking mundial. O ouro vale 100 pontos, a prata 60 e o bronze 40.
 
Neste domingo a disputa tem início às 10h. Estarão em ação os atletas das categorias -66kg, -73kg, -81kg, -90kg, -100kg, +100kg, -70kg, -78kg e +78kg.
 
Depois de vencer as copas do mundo em Lisboa e Madrid, Sarah Menezes chegou como favorita a mais um título internacional em Belo Horizonte. Porém, não contava com uma adversária e companheira de treinos inspirada na decisão. Taciana Lima desbancou Sarah Menezes e ficou com o ouro ao ganhar a final por yuko. Ainda dentro do tatame, também se emocionou.
 
“O choro é da emoção, para botar tudo para fora e sentir que todo o trabalho que fiz foi válido. Desde janeiro que só tenho um dia de descanso por semana. É um ouro chorado, mas chorado de alegria”, diz Taciana Lima.
 
Atleta do Minas Tênis Clube, Erika Miranda lutou a Copa do Mundo de BH em casa. Após a vitória na final por ippon sobre Mareen Kraeh, da Alemanha, o choro foi inevitável. A medalha de ouro simbolizou a volta ao pódio após passar por dificuldades em 2008.
 
“Fui a primeira a me classificar para os Jogos Olímpicos de Pequim e, por causa de uma lesão no joelho, fui cortada quando já estava na China. Foi algo muito difícil para mim. Ganhar em casa com o apoio dos familiares e amigos foi fantástico, não deu para segurar a emoção. Dedico a vitória a quem sempre me apoiou”, diz Erika Miranda.
 
Campeão em 2008, Denílson Lourenço repetiu a dose e subiu ao lugar mais alto do pódio ao vencer na final da categoria ligeiro o também brasileiro Felipe Vieira por wazari. Os ligeirinhos do Brasil dominaram a competição e o pódio foi todo verde-amarelo. Garantiram o bronze, Phelipe Pelim e Ricardo Ayres.
 
“Meu objetivo era vencer e me sentia na obrigação, já que haviam muitos atletas jovens, mas sei que posso lutar melhor”, diz Denílson Lourenço.
 
RESULTADOS OFICIAIS:
-60 kg
1.  LOURENCO, Denilson (BRA) 
2.  VERSOLATO, Felipe (BRA) 
3.  AYRES, Ricardo (BRA) 
3.  PELIM, Phelipe (BRA) 
5.  CASTILLO, Nabor (MEX) 
5.  CHAPARRO, Jesus (MEX) 
7.  KUNIHIRO, Aaron (USA) 
7.  WILL, Frazer (CAN) 
-48 kg
1.  LIMA, Taciana (BRA) 
2.  MENEZES, Sarah (BRA) 
3.  PRILL, Wasilisa (GER) 
3.  TOLEDO, Catiere (BRA) 
5.  ALVAREZ, Luz Adiela (COL) 
5.  PRADO, Veronica (USA) 
7.  CARRILLO, Edna (MEX) 
7.  SUAREZ, Luciana (URU) 
 
-52 kg
1.  SOUZA MIRANDA, Erika (BRA) 
2.  KRAEH, Mareen (GER) 
3.  FERNANDES, Andressa (BRA) 
3.  SANCHEZ, Yulieth (COL) 
5.  BRAVO, Nadia (ARG) 
5.  RODRIGUEZ, Jeanette (USA) 
7.  CARDENAS, Andrea (MEX) 
7.  RENAUD-ROY, Eve (CAN) 
-57 kg
1.  HEIN, Marlen (GER) 
2.  PENALBER, Giullia (BRA) 
3.  BEN MELECH, Liraz (ISR) 
3.  SILVA, Rafaela (BRA) 
5.  DELGADO, Angelica (USA) 
5.  LIMA QUADROS, Ketleyn (BRA) 
7.  CAMPOS, Katherine (BRA) 
7.  LEON, Ana (MEX) 
  
-63 kg
1.  GERBI, Yarden (ISR) 
2.  AHRENS, Claudia (GER) 
3.  MALZAHN, Claudia (GER) 
3.  YURI BARBOSA, Danielli (BRA) 
5.  MINAKAWA, Camila (BRA) 
5.  SCHLESINGER, Alice (ISR) 
7.  NAKAO, Janine (USA) 
7.  RANSON, Christal (USA) 
Tags:
Imprimir