Cidadeverde.com
Esporte

Dinamite questiona nomeação de Andrés na CBF no fim do Brasileiro

Imprimir
A reta final do Brasileirão está pegando fogo. Além das partidas decisivas, os bastidores estão em grande agitação. Nesta sexta-feira, após o anúncio da nomeação de Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, como diretor de Seleções da CBF, o mandatário vascaíno, Roberto Dinamite, levantou suspeitas sobre a situação.




- Fiquei surpreso (coma a nomeação), claro! Pelo momento do campeonato, não podia ser agora. Acho que, no mínimo, deveria esperar a definição do campeonato. Ninguém convida ninguém de um dia para o outro. Para contratar o Rodrigo Caetano (dirigente vascaíno), por exemplo, eu demorei um mês negociando. Então, imagino que eles já vinham conversando antes - disse Dinamite, no sorteio dos grupos da Libertadores de 2012.


O presidente do Vasco ainda alimentou as suspeitas lembrando que o futuro estádio do Timão será utilizado na Copa do Mundo e que Andrés e o presidente da CBF, Ricardo Reixeira, tem relações próximas.


- O Corinthians tem um estádio que vai ser sede da Copa, está sendo construído, tem uma relação próxima já... É estranho. Mas eu prefiro acreditar na boa fé dos homens. Não posso fazer nada além disso - comentou o cartola.


Dinamite ainda reiterou que não é o momento adequado para a noemeação e disse que, se fosse, convidado, recusaria o convite.


- Se eu fosse convidado, e isso eu falo por mim, eu não aceitaria. Esperaria a definição do campeonato - lembrou.

Fonte: Lancenet
Imprimir