Cidadeverde.com
Política

Belê Medeiros reage contra CRM e defende curso de Medicina em Picos

Imprimir
A deputada estadual Belê Medeiros (PSB) criticou declarações na imprensa contrárias à criação de cursos de Medicina da Universidade Federal do Piauí - UFPI - em Picos e Parnaíba. A posição foi levantada por Fernando Correia Lima presidente do Conselho Regional de Medicina do Piauí.


Em entrevista a jornal de Teresina, Fernando Correia Lima disse que o curso de Teresina já possui dificuldades para um programa de internato, o que seria mais complicado em Parnaíba e Picos, onde a UFPI pretende criar novas graduações. Além disso, faltariam condições financeiras, estruturais e humanas para a interiorização. 

“Eu repudio a declaração do médico Fernando Correia Lima e lamento que a visão corporativista do Conselho Regional de Medicina tenha a pretensão de atrapalhar o processo de instalação do curso de medicina em Picos”, disse Belê.

Belê Medeiros convocou deputados a lutarem pela implantação dos cursos nas duas cidades. “É preciso que o presidente do Conselho Regional de Medicina conheça as instalações do campus da UFPI em Picos, antes de tentar atrapalhar o processo de implantação do curso, e eu convoco os colegas deputados para que juntos nós possamos lutar contra posturas desse tipo e oferecer  mais opções aos estudantes do Piauí”, defendeu a deputada.

“Nos últimos sete anos, o Campus da Universidade Federal do Piauí na cidade de Picos recebeu grandes investimentos e evolui muito em insfra-estrutura e corpo docente e portanto tem plenas condições de tem receber o curso de medicina”, acrescenta Belê, ressaltando que 59 cidades na região de Picos precisam do curso, que já teve sua documentação de implantação enviada para aprovação do Ministério da Educação. 

Da Redação
Imprimir