Cidadeverde.com

Microcefalia é registrada em 40 municípios e 103 casos são notificados no PI

O secretário estadual de Saúde, Francisco Costa,  informou que já são 103 casos de microcefalia no Piauí. Desse total, pelo menos dez deles não estão relacionados ao Zika Vírus, que é transmitido mosquito Aedes aegypti. Em entrevista ao Jornal do Piauí, desta terça-feira (02), o secretário também comentou que o Estado possui mais de R$7 milhões para combater o mosquito. 

"Nós já estamos com 103 casos de microcefalia, e poderá aumentar co ma chegada do período  chuvoso. Na prática, nós já descartamos 10 casos que não tem correlação, mas os outros continuam sendo investigado", disse o secretário, acrescentando que  o Ministério da Saúde disponibilizou cerca de R$2 milhões para distribuir aos municípios piauienses para ajudar nas ações de prevenção de combate ao vetor. "Fora isso, o Governo do Estado está investindo mais de R$5 milhões com o foco maior nessa prevenção", declarou Francisco. 

O boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) é referente aos dados consolidados até o dia 1º de fevereiro, sendo que os casos foram registrados em 40 municípios com notificação de seis óbitos. Dos óbitos, um foi confirmado e cinco continuam sob investigação pelo Comitê de Operações de Emergência em Saúde-Microcefalia, implantado pela Sesapi. 

Nas segunda-feira (1), a Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou que os casos de microcefalia tornou-se emergência de saúde pública internacional. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, em Genebra, depois da primeira reunião do Comitê de Emergência sobre Zika Vírus da OMS.

"Devemos buscar mecanismos mais eficazes no combate ao mosquito e a própria virose. O reconhecimento da própria OMS é um incentivo a mais para buscarmos o caminho mais rápido para isso como, por exemplo, a busca por uma vacina. O Brasil desenvolver uma vacina sozinho seria mais demorado que com a ajuda internacional", acrescentou. 

O secretário acrescentou que, desde o ano passado, o Ministério da Saúde já tinha decretado estado de emergência, e o Piauí já está decretando estado de emergência por causa dos crescentes números dos casos de microcefalia. "Há uma necessidade de fazer planos de contingência tanto no combate ao vetor como no cuidado a assistência às crianças já diagnosticadas com microcefalia", finalizou. 

Carlienne Carpaso (especial para o cidadeverde.com)
Com informações do Jornal do Piauí
redacao@cidadeverde.com