Cidadeverde.com

No Piauí, 13 órgãos federais aderem à luta contra o Aedes

Na manhã desta sexta-feira (11), a Secretaria de Estado da Saúde deu início a mais uma parceria no combate ao Aedes aegypti, durante a cerimônia de abertura do Dia D de Mobilização Nacional do Banco do Brasil para controle do vetor da tríplice epidemia (dengue, zika e chikungunya), ocorrida no auditório da instituição.

No Brasil, 110 mil funcionários da instituição estão sendo mobilizados pela instituição. No Piauí, são 1.300 funcionários, de 84 agências e 38 clubes recreativos (AABBs) em 68 municípios do Estado, trabalhando numa ação de Saúde em prol da população.

Na ocasião, o Gerente de Administração da Superintendência do BB, Flávio Araújo, apresentou o sistema online próprio de controle e avaliação. “Com essa ferramenta, fazemos checklist semanal, obsevando 19 itens determinados pelo Ministério da Saúde. Em seguida, alimentamos o sistema nacional do Banco e emitimos relatório. Assim, acompanhamos o desenvolvimento dos trabalhos e sabemos qual agência deixou de realizar a vistoria e cobramos atitudes”, disse.

“Para nós esse empenho e organização do Banco do Brasil nessa guerra é de muita importância, por ser um órgão com credibilidade nas suas ações sociais e com representatividade em grande parte do Estado”, afirmou a Superintendência de Atenção Integral à Saúde, Cristiane Moura Fé.

Mais órgãos federais entram na luta
Outra importante ação ocorrida nesta manhã de sexta-feira, foi o dia D de Mobilização dos órgãos federais no combate ao Aedes aegypti. A solenidade de abertura aconteceu no auditório do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), com a participação de instituições de diversas áreas sociais.

O DNIT, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Justiça Federal, Instituto Nacional de Seguridade Social (NSS), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Instituto Federal do Piauí (IFPI), Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Ministério da Fazenda, Secretaria do Patrimônio da União e Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Cdevasf), com apoio da Secretaria, entraram na luta nacional pela saúde dos piauienses.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com