Cidadeverde.com

Obras receberão selo do Crea contra focos do Aedes aegypti

  • crea7.jpg Divulgação
  • crea6.jpg Divulgação
  • crea5.jpg Divulgação
  • crea4.jpg Divulgação
  • crea3.jpg Divulgação
  • crea2.jpg Divulgação
  • crea1.jpg Divulgação

As obras do Piauí com ou sem risco para focos do mosquito Aedes aegypti receberão um selo do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI). Os agentes de fiscalização que farão o monitoramento foram capacitados nesta terça-feira (22) com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde. O empreendimento que estiver livre do mosquito vai receber um selo verde. Já quem oferece risco receberá o selo amarelo e passará a ser visitado constantamente.

"Esse selo que nós estamos fazendo, o verde dá o Ok, e o amarelo significa que precisamos retornar ao local. Nestes casos, a gente retorma um mês depois", disse o presidente do Crea, Paulo Roberto de Oliveira, em entrevista ao Jornal do Piauí.

A ação faz parte do programa de mobilização contra o Aedes aegypti. Segundo o presidente, não só moradores das redondezas sofrem com a proliferação do mosquito. "Os trabalhadores da construção civil são os mais vulneráveis, já que estão em contato com a água", declarou.

A empresa que está executando uma obra em risco para focos do mosquito é que ficará responsável por eliminar qualquer ameaça. "O Crea vai fiscalizar", ressaltou, destacando que os trabalhos já começam nesta quarta-feira (23).

Segundo o Crea, o planejamento das ações visa criar uma rotina de alerta e proteção constante dentro do planejamento e execução das atividades de engenharia e agronomia, com atenção ao acúmulo de água das chuvas, a disposição de equipamentos e materiais na área de domínio. A campanha prevê a distribuição de materiais socioeducativos com direção pública e também específica para os profissionais da área tecnológica.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com