Cidadeverde.com

FMS notifica 1.175 casos de Chikungunya em Teresina; desses, 35 já foram confirmados

Deixar água parada em recipientes abertos ajuda na proliferação do mosquito transmissor Aedes aegypti.

 

Em Teresina, 1.175 casos de Chikungunya foram notificados do período do dia 1º de janeiro a 15 de julho deste ano. Desse total, apenas 35 foram confirmados. Os dados são da Fundação Municipal de Saúde (FMS).  Em 2015, durante o ano todo, a FMS confirmou apenas dois casos da doença na capital piauiense. 

O novo boletim também divulgou os dados de Zika. Com relação ao mesmo período de tempo, isto é, do dia 1º de janeiro a 15 de julho, a FMS notificou 253 casos. Desses, até o momento, apenas cinco foram confirmados. Durante o ano todo de 2015, a Fundação confirmou três casos. 

Sobre o número de Dengue, a FMS informou que, do dia 1º de janeiro a 15 de julho, 2.386 casos confirmados em Teresina. 

O Ministério da Saúde orienta que a única forma de prevenção das três doenças é acabar com o mosquito transmissor, o Aedes aegypti. Para isso, é necessário manter as residências sempre limpas, eliminando possíveis criadouros.  Durante os surtos das doenças, é preciso minimizar a exposição da pele durante o dia, quando os mosquitos são mais ativos, proporcionando alguma proteção às picadas. Recomenda-se ainda o uso de repelentes e inseticidas seguindo as instruções de uso do rótulo. Veja alguns cuidados: 

Cuidados dentro das casas e apartamentos:

Tampe os tonéis e caixas d’água;
Mantenha as calhas sempre limpas;
Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
Mantenha lixeiras bem tampadas;
Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.


Área externa de casas e condomínios:

Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;
Limpe ralos e canaletas externas;
Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;
Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com