Cidadeverde.com

Pernilongo também pode transmitir o vírus da zika

O mosquito "Culex quinquefasciatus", conhecido como muriçoca ou pernilongo doméstico, também pode transmitir o vírus da Zika. A descoberta, inédita, é anunciada pela Fiocruz no Rio de Janeiro neste momento. A pesquisadora da Fiocruz Pernambuco Constância Ayres conseguiu encontrar, pela primeira vez, pernilongos carregando o vírus na natureza.

Até o momento, cientistas acreditavam que o Aedes aegypti era o principal vetor do vírus no Brasil. Em junho, Ayres disse à BBC Brasil que outras espécies de mosquito também transmitiam Zika em outros países.

Segundo a Fiocruz, a pesquisa ainda está em andamento e será preciso determinar qual é exatamente o papel do pernilongo na epidemia brasileira.
"Já sabemos que ele transmite. O que ainda não sabemos é a capacidade dele como vetor", disse Ayres durante a coletiva de imprensa.

A descoberta poderia mudar a estratégia brasileira de combate à doença, que causa malformações graves em bebês. Só em Recife, onde a pesquisa foi feita, a população do Culex é 20 vezes maior do que a de Aedes aegypti. O pernilongo também age em locais como lixo e esgoto, diferentemente do Aedes.

A Fiocruz afirma, no entanto, que até que se compreenda a importância do pernilongo na epidemia, política de controle da Zika continuará focada no controle do Aedes aegypti.

A Fundação também diz que ainda não detectou o vírus em mosquitos Culex no Rio de Janeiro, e mantém a afirmação de que o risco de propagação da Zika na Olimpíada é baixo.

Fonte: BBC