Cidadeverde.com

Réu por feminicídio em São Raimundo Nonato é condenado a 16 anos de prisão

Foto: Reprodução/TJ-PI

O Tribunal do Júri, realizado na última quarta-feira (27) na cidade de São Raimundo Nonato, condenou George de Sousa Castro pelo crime de homicídio qualificado contra Francinéia Neiva Silva Araújo, sua ex-namorada. O crime aconteceu  no ano de 2015. 

A sessão foi presidida pelo juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, que fixou uma pena de 16 anos de reclusão, inicialmente em regime fechado. Além disso, o magistrado determinou a prisão de uma das testemunhas do caso por falsa afirmação durante depoimento. 

O crime

Segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público, George Castro desferiu diversos golpes de faca em Francinéia após uma discussão. A mulher não suportou os ferimentos e acabou morrendo ainda no local.

O acusado ficou foragido até setembro de 2021, quando foi preso em São Paulo, durante operação conjunta da Gerência de Polícia Especializada, a Delegacia da Mulher de São Raimundo Nonato, da Diretoria de Inteligência Penal da Secretaria de Justiça do Piauí, em parceria com a Inteligência da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Breno Moreno  (Com informações do MP-PI)
[email protected]