Cidadeverde.com

Seca interfere na programação do Centenário de São Raimundo Nonato

Com a decretação da situação de emergência, em consequência da atual seca em São Raimundo Nonato, o prefeito Herculano Negreiros informou que a programação prevista para as comemorações do Centenário do município será alterada com a redução das atividades culturais que já estavam planejadas.


De acordo com o prefeito, a alteração  é justificada pela necessidade de atender questões emergências referentes a seca. "O apoio que estamos recebendo do governo é insuficiente para atender toda a demanda. A prefeitura tem investido recursos próprios para complementar o abastecimento de água", revelou. 

No município, cerca de 13 carros-pipa, sob comando do Exercito, auxiliam o fornecimento de água, número considerado precário, de acordo com Herculano Negreiros.


"Precisaríamos no  mínimo de 20 carros para atender toda a população. Os 13 veículos apenas são conta de atender cerca de 800 cisternas, devido a capacidade de captação dos poços, e temos cerca de 4 600", disse o prefeito.

Recuperação de poços, construção de pequenas adutoras e a contratação de carros-pipas são medidas emergenciais administradas com recursos municipais. 

De Brasília, onde participa de evento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), com a presença da presidente Dilma Roussef,  Padre Herculano  ainda ressaltou que questões como piso salarial, seca e outros assuntos estão sendo abordados junto à União. 

O centenário de São Raimundo Nonato acontecerá entre os dias 23 e 30 de junho, com atividades religiosas, shows populares, publicação de livros, seminários, explanação da atual situação da cidades, lançamento do selo e outras atividades. 


Graciane Sousa ( Especial para o Cidadeverde.com)
gracianesousa@cidadeverde.com