Cidadeverde.com

Vento derruba muro de penitenciária e agentes temem resgate de presos no PI

Parte do muro da Casa de Detenção Provisória Dom Inocêncio Lopez Santamaria desabou em São Raimundo Nonato, município a 517 km de Teresina. De acordo com o presidente do Sinpoljuspi, José Roberto Pereira, cerca de 350 m² de parede caíram após as fortes chuvas que atingiram a região na última sexta-feira (27). Chama a atenção, o fato de que o presídio, que é de segurança máxima, foi inaugurado em 2011 e teve obras orçadas em R$ 4 milhões.

"A parte lateral do muro caiu e não houve nenhum reforço na segurança. Somente quatro agentes penitenciários e um policial militar dividem o plantão entre os 120 detentos que ocupam o local. Tem preso que responde a todo e qualquer tipo de crime. O sindicato teme um resgate de presos pois nós temos traficantes internacionais de drogas e até membros do Primeiro Comando da Cidade (PCC)", declarou o presidente.

Do outro lado, a Secretaria de Justiça do Estado, admite o desabamento, e também os riscos que surgiram a partir da queda, mas garante que já está fazendo os reparos necessários com reforço de segurança para evitar problemas. "Realmente o muro caiu por conta do temporal que houve por lá e causou prejuízos em muitos lugares da região. De imediato, colocamos uma empresa para reparar, mas a obra ainda não está concluída. O muro que caiu é externo e ainda existe outro interno. Não há presos soltos no local e estão todos dentro dos pavilhões. Existe o risco no que diz respeito a ameaças, mas as equipes estão trabalhando 24h para garantir a conclusão em um curto espaço de tempo", afirmou Fagner Martins, diretor de Administração Penitenciária da SEJUS.

O presidente do sindicato questiona o material utilizado na construção do muro e alega que o desabamento comprova uma "falência no sistema". "Uma simples ventania consegue derrubar uma unidade prisional no Piauí. Prova de que o presídio não foi feito com material de qualidade e isso é triste. Mostra que a Segurança Pública está falindo e temos superlotação", completou o gerente.

Vento de 30 km derrubou muro 

Ouvida pelo Cidadeverde.com, a meteorologista Sônia Maria Ribeiro Feitosa, da Gerência de Hidrometeorologia Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (SEMAR), explicou que as pancadas de chuva da sexta-feira foram provocadas pelo calor e altas temperaturas que atingem a região. Fortes rajadas de vento provocaram destruição especialmente em Fartura do Piauí, porém a SEMAR não possui medição no município. Segundo Sônia, foram registrados ventos de até 30 km em São Raimundo Nonato.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com