Cidadeverde.com

Documentário alemão mostra como vivia homem primitivo no Piauí

A vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho (PP), acompanhou nesse final de semana a primeira etapa de gravação da série “Terra X” - programa popular da Alemanha - no Parque Nacional da Serra da Capivara, sul do Estado.  As gravações, que continuam acontecendo, são realizadas por uma equipe da TV Pública da Alemanha ZDF, e Margarete Coelho informou que as filmagens vão reconstruir em forma de documentário algumas fases da passagem do homem primitivo no local, destacando as inscrições rupestres feitas por homens pré-históricos que viveram no Piauí por milhares de anos.

Nesta segunda-feira (18), a vice-governadora falou que a empresa europeia está entre as dez maiores empresas públicas de televisão do mundo e que o documentário no Piauí terá cerca de 45 min de filmagens no Parque piauiense.O programa mostra documentários sobre história, natureza, animais, ciência e arqueologia em lugares especiais no mundo inteiro e as filmagens estão sob direção de Peter Prestel, produtor cinematográfico com mais de 200 contribuições em filmes com foco temático nas áreas de ciência, cultura, história e arqueologia.

“Não é apenas um documentário, eles vão reconstruir algumas fases da passagem do homem primitivo no Piauí, na Serra da Capivara. Junto a isso, está sendo realizada uma frente nova de pesquisa dos alemães, para saber como vivia o homem, como era sua agricultura. Tem o aspecto do homem coletor, que vivia no local, e depois que virou agricultir. Então, são aspectos, que podem gerar novos investimentos naquela região, que vão servir para promover a região, para atrair turistas”, destacou Margarete Coelho.

Ela reitera que preciso atrair visitantes para gerar riqueza, para que o Parque consiga ser um grande impulsor do turismo arqueológico do Estado pelo potencial que tem e que a gravação do Programa, com certeza vai ajudar nesse processo.

Documentário no Piauí
Na primeira semana de gravações, os alemães produziram imagens terrestres e aéreas com drone no Boqueirão da Pedra Furada. Além disso, visitaram os laboratórios da Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham) e entrevistaram a arqueóloga Niède Guidon. 
Foram feitas gravações no laboratório de Botânica e de Paleontologia, mostrando os animais da megafauna, os vestígios humanos, os fósseis, esqueletos. Além disso, a equipe conheceu a cerâmica do parque e visitou o museu. 

O grupo da empresa é formado por jornalistas, cinegrafistas, diretores científicos do Instituto de Arqueologia da Alemanha (DAI) e mais uma equipe multidisciplinar de pesquisadores. O jornalista André Pessoa realiza a produção local com a equipe Alemã.


Lyza Freitas (Com informações da TV Cidade Verde)
redacao@cidadeverde.com