Cidadeverde.com

Entidades de São Raimundo Nonato cobra políticas para os jovens

Com determinação em assegurar os direitos dos jovens, representantes de entidades ligadas à juventude de São Raimundo Nonato estiveram reunidos com a vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho, para apresentar um plano de ação com a finalidade de criar políticas públicas com autonomia para jovens da região. Atento às demandas dessa parcela da população, o Governo do Piauí tem buscado avançar por meio de ações e políticas públicas voltadas para a juventude.

Representantes da Pastoral da Juventude, do Grupo Cultural LagArtRap; Mulheres do Território Serra da Capivara; Ordem Demolay (nº 747); Grupo Cultural Sociedade Alternativa; Rede Juvenil pelo Patrimônio Mundial; além de professores e alunos da Rede Pública de ensino e universitários de diversos cursos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e Universidade Estadual do Piauí (Uespi) promovem atividades culturais, educacionais e informativas sobre questões relacionadas à juventude  e ao desenvolvimento de São Raimundo Nonato.

A partir disso, os jovens por meio das entidades, se organizaram em torno da proposta de efetivação da lei municipal nº 243/2009, que cria o Conselho Municipal dos Direitos da Juventude (CMDJ) e o Fundo de Integração da Juventude (Finjuv).  Atualmente, eles buscam do poder estadual a concepção de um espaço físico para a juventude sanraimundense  apresentar-se, divulgar arte, música, entretenimento e envolver toda a população local.

De acordo com o arqueólogo e membro da Comissão Pró-Efetivação do CMDJ-SRN, Bruno Vitor, o principal objetivo do encontro da Juventude Inspiradora é fazer com que eles sejam vistos pelo poder estadual. “Explicitamos a nossa situação enquanto grupo de jovens. Esperamos a possibilidade do estabelecimento de parcerias entre o grupo e o governo no intuito de promoção, articulação e prática de políticas públicas efetivas para a juventude de nossa região”, explicou o arqueólogo.

“Nossa meta principal é conseguir a criação do Galpão da Juventude e apoio para o Encontro da Juventude, evento que visa à mobilização e sensibilização para atividades artísticas, culturais e educacionais dos jovens locais, principalmente no sentido de direcionar um "caminho inspirador" longe do acesso à violência, criminalização e uso de drogas em constante crescimento na nossa cidade e região”, acrescentou Bruno.

Margarete Coelho, que é filha da região, disse que sempre fez parte de grupos de movimentos estudantis e sociais. “Nós chegamos aqui por meio dos movimentos sociais”, afirmou a vice-governadora. Segundo ela, a denominação Juventude Inspiradora reúne vários segmentos de movimentos da juventude em São Raimundo Nonato.

"São projetos lindos, bem articulados, que eles desenvolvem sem qualquer apoio, além da solidariedade que há entre eles. Esses movimentos precisam ser visibilizados, apoiados e estimulados. Tivemos uma reunião inspiradora, projetamos várias ações, as quais esperamos contribuir para que se tornem efetivas. O jovem não é só o futuro: é também o presente”, destacou Margarete.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com