Cidadeverde.com
Últimas

Delegada defende expulsão de monitor da Ufpi suspeito de assediar alunas

Imprimir

A delegada Eugênia Villa, diretora de Gestão Interna da Secretaria da Segurança Pública do Piauí, defende que o  monitor do curso de História da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), suspeito de assediar sexualmente duas colegas de turma, deve ser expulso da instituição. 

"A destituição da função é necessária. A expulsão pode até ser redundante no processo criminal, mas isso tem que ser feito de imediato através de processo adminsitrativo", defende Villa. O fato que gerou a denúncia aconteceu há cerca de 15 dias

O chefe de segurança da Ufpi, José Ribamar Silva, disse que caso é de difícil apuração interna. Por outro lado, a delegada Eugênia Villa enfatiza que cabe à insituição adotar todas as medidas necessárias para inibir a violência dentro do campus. 

"A universidade tem que aprimorar a visualização de todo o campus para inibir esse tipo de conduta e assim, as meninas e mulheres se sintam seguras", declarou.

As vítimas denunciaram o suspeito por assédio. Contudo, a delegada Vilma Alves, titular da Delegacia da Mulher do Centro, acredita que o monitor deve responder também por tentativa de estupro. Ele foi ouvido ontem (17) e negou as acusações. 

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir