Cidadeverde.com

Governo cria batalhão da PM e prevê edital de concurso até maio de 2020

Foto: Governo do Piauí/Jorge Bastos

O governador Wellington Dias assinou a criação do 21º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, que terá sede no município de Altos. Na oportunidade, foi anunciado que edital do concurso para policiais militares está previsto para publicação até maio de 2020.  O novo certame prevê inclusão de efetivos no novo batalhão e nos demais. 

A assinatura do decreto de criação do 21º BPM ocorreu nesta segunda (20) na Residência Oficial. Atualmente, o município de Altos conta com 40 mil habitantes. Para o novo BPM, o Governo Estadual afirmou que, de início, serão colocados a disposição mais dez policiais militares, que se somarão aos 24 que atuam em Altos. 

“Estamos dando um passo importante, criamos um projeto de lei para que este batalhão seja permanente, ou seja, na minha gestão e em outras Altos contará com essa estrutura. Inicialmente, vamos disponibilizar mais equipamentos e vamos fazer uma parceria com o município para a instalação de câmeras de monitoramento, além de uma parceria com a guarda municipal. A construção da sede levará mais tempo, mas não impede que já iniciemos os investimentos. Tenho certeza de que os resultados serão positivos, com a diminuição significativa da violência na região”, destacou o governador Wellington Dias.

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, ressaltou que as cidades entorno  de Altos também serão beneficiadas com o novo batalhão, como Pau D’Arco, Coivaras, Alto Longá, Beneditinos, Santo Antônio e São João da Serra. “Vamos estruturar a unidade para que possamos ter em Altos uma referência em termos de unidades policiais militares, podendo ter outras companhias estendidas para Coivaras e demais cidades que fazem parte do entorno”, disse. 

Já o comandante da PM, coronel Lindomar Castilho, destacou que a previsão é de iniciar a atuação do 21º BPM até o carnaval, em fevereiro.

“O último batalhão criado foi em Paulistana. Agora temos a missão de montar a equipe e estruturar esta unidade até o carnaval, uma época movimentada e que necessita de uma boa segurança. O batalhão suporta até cem policiais, mas até lá vamos movimentar tropas de forma que possamos aumentar o contingente". 

A prefeita de Altos, Patrícia Leal, também esteve presente na assinatura da criação e comentou que a iniciativa é necessária para o desenvolvimento da regiã. “Altos tornou-se uma grande cidade, faz parte da grande Teresina, e necessita de uma atuação mais incisiva por parte da segurança pública”, acrescentou. 


Carlienne Carpaso (com informações do Governo do Piauí)
[email protected]

Marido acusado de estuprar e torturar mulher nua em árvore é preso

Foto: arquivo da Polícia

Atualizada às 18h

O delegado de Altos, Tomaz de Aquino, confirmou a prisão na tarde desta quarta (8) do marido acusado de estuprar, ameaçar e torturar mediante sequestro sua mulher.

 A prisão ocorreu em um sitio localizado a 20 km de Altos. O preso foi identificado como Marco Emílio Alcides Araújo. O Cidadeverde.com teve acesso a um vídeo do momento da prisão. Veja abaixo. 

"Ele foi preso em Altos e levado para a Central de Flagrantes (de Teresina)", disse o delegado. A prisão preventiva foi autorizada pela juíza Andrea Parente Lobo Veras.

Matéria Original

A Polícia Civil indiciou o marido de uma professora, que foi torturada e amarrada nua em uma árvore no município de Altos (a 40 km de Teresina). 

O delegado Tomaz de Aquino, que preside o inquérito, informou ao portal Cidadeverde.com que o contador - marido da vítima - foi indiciado por estupro, ameaça e tortura mediante sequestro. 

A professora de 38 anos foi mantida em cárcere privado pelo marido por oito dias na cidade de Altos.

A vítima relatou a Polícia que foi estuprada, mantida em um quarto, teve o cabelo cortado com uma faca e sofreu diversas ameaças e agressões psicológicas.
O marido, também de 38 anos, teria cometido as agressões por não aceitar o fim do casamento de 20 anos.

Vídeo

Entre as provas apresentadas no inquérito  está um vídeo que mostra a vítima de joelhos, nua, amarrada em uma árvore, e o agressor jogando gasolina no corpo dela e ameaçando atear fogo. Na gravação, o suspeito exige que ela peça desculpas por uma suposta traição.

"No vídeo ela está despedida, ele exige que ela peça desculpas. É humilhada na gravação", diz o delegado.

A vítima relatou que ao marido tinha comportamento agressivo, mas não registrou boletim de ocorrência.

"Entre as provas está também fotografias do quarto, mechas de cabelo e uma faca".

O marido da vítima está solto, mas a justiça concedeu medidas restritivas, impedindo que ele se aproxime da professora. Ela, desde que foi resgatada, está fora do estado com medo do agressor. 

A família da vítima prepara manifestação em Altos pedindo a prisão do suspeito.

Vídeo - Prisão


 

Vídeo  enviado ao whatsapp do Cidadeverde.com

 


Foto enviada ao whatsapp do Cidadeverde.com

 

Flash Yala Sena
[email protected]

Familiares farão manifestação após soltura do suspeito de torturar mulher em Altos

Fotos: arquivo da família

Quarto que a vítima ficou por oito dias em cárcere privado.

Familiares e amigos de uma professora que denuncia ter sido torturada, mantida em cárcere privado e ameaçada de morte pelo próprio marido farão uma manifestação contra o feminicídio na cidade de Altos, na próxima sexta-feira (10).

A vítima de 38 anos relatou que chegou a ser estuprada. Um vídeo apreendido pela polícia registrou o momento em que a professora foi amarrada nua em uma árvore enquanto o agressor jogava gasolina no corpo dela e a ameaçava queimá-la.

A mulher conseguiu avisar ao pai que estava sob cárcere privado. O familiar acionou a polícia que prendeu o suspeito. Ele foi solto em seguida. Por medo de maiores represálias, a mulher e o filho do casal, que já é maior de idade, saíram do Piauí. 

Ao Cidadeverde.com, um familiar que não quis se identificar explicou que a manifestação é um pedido de justiça diante das autoridades após a soltura do suspeito concedida por juiz em audiência de custódia. 

“Está todo mundo abalado porque o cara está solto. Um crime desse porte não era comum no nosso município. Tem tanta outras mulheres que estão nessa situação, vai ser um grito de liberdade”, explicou.

De acordo com a família, a manifestação está marcada para o dia 10 de janeiro, véspera do retorno da juíza titular responsável aos trabalhos no fórum.

A manifestação será realizada às 09:00 hs na frente do Fórum de Altos. “Você mãe, filha, irmã, mulher, vamos nos unir, dar nosso grito de liberdade, chega de violência contra mulher”, diz o chamado para manifestação que pede ainda que os participantes vistam roupas de cor preta.

Valmir Macêdo
[email protected]

Homem é executado a tiros em bar na véspera do Natal

Foto: PM-PI

Um homem- que não teve a identidade confirmada- foi morto na véspera do Natal em um bar na cidade de Altos, distante 40 km da Capital. De acordo com informações da Polícia Militar, a arma dos criminosos ainda chegou a falhar após o primeiro tiro, momento em que a vítima correu, mas não conseguiu escapar e foi alvejada com pelo menos mais dois disparos. 

A PM informou ainda que a vítima jogava baralho em um bar quando os suspeitos chegaram de moto  e de "cara limpa". Contudo não foram reconhecidos por testemunhas. 

O caso será investigado pelo 14º Distrito Policial. 


Graciane Sousa
[email protected]

Réu acusado de matar ex-prefeito de Altos é condenado a 19 anos de prisão


Cesar Leal foi morto em abril de 1996 (Foto: Arquivo Pessoal)

O réu Raimundo Nonato Alves da Silva, acusado de matar o então prefeito de Altos, César Leal, em 1996, foi condenado nesta segunda-feira (25) a 19 anos e nove meses de prisão em regime fechado. O julgamento, 23 anos após o crime, aconteceu em Teresina. 

Segundo o promotor João Malato Neto, que representou o Ministério Público do Estado (MPE) no caso, o réu foi levado a julgamento como executor do crime mediante a promessa de recompensa. O prefeito foi morto no dia 11 de abril de 1996, por volta das 23h, nas dependências de sua casa, em Altos.

“Consta dos autos, que o condenado foi contratado pelo então ex-vice prefeito pela singela quantia de R$ 10 mil. Ele premeditadamente adentrou na residência da vítima sob o pretexto de pegar uma autorização para retirada de uma carrada de areia, quando então foi abordado pela vítima, que se recusou a entregar a autorização da forma como o acusado queria”, explicou o promotor ao Cidadeverde.com.

“Ato contínuo, o acusado esperou que a vítima virasse de costas e, em seguida, surpreendeu-a ao efetuar três disparos de arma de fogo à curta distância, atingindo-a no braço, ouvido e nuca, ocasionando-lhe os ferimentos que lhe determinaram a morte”, acrescenta João Malato.

Ainda segundo o promotor, logo em seguida, o acusado evadiu-se do local dos fatos, sendo preso em flagrante por agentes da polícia civil do extinto “Comando Corisco”.

“Este crime à época dos fatos causou grande repercussão na sociedade de Altos, onde a população clamava por justiça em virtude da violência e da covardia do crime cometido, bem como, pela motivação político-partidária do fato criminoso”, relata João Malato.

O réu Antônio Orlando da Silva, que era apontado como o mandante da morte de César Leal, foi inocentado em março de 2016.  Segundo o promotor João Malato, o julgamento foi anulado e um novo júri deve ser acontecer em breve.

Hérlon Moraes
[email protected]

Carvoaria clandestina é destruída pela polícia na zona rural de Altos

Fotos: Divulgação Polícia Civil 

Uma operação conjunta entre a Delegacia de Combate a Crimes Ambientais e o 14º DP de Altos cumpriram nesta quinta-feira(14), um mandado de busca e apreensão no povoado Boa Hora, zona rural da cidade, contra uma carvoaria sem licença para funcionamento.

Segundo o delegado Tomaz de Aquino, titular da Delegacia de Altos, as três pessoas que estavam no momento foram levadas para a delegacia. 

“Apreendemos uma motosserra, que não tinha licença e três indivíduos, sendo o proprietário e dois funcionários foram detidos e a delegada do Meio Ambiente vai dizer em quais crimes eles serão enquadrados”, afirmou o delegado. 

Os quatro fornos que haviam no local foram destruídos pelos policiais e o material apreendido. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Família de empresário é feita refém em casa e bandidos fogem com carro, joias e R$ 40 mil em dinheiro

Foto: Divulgação PRF

Atualizada às 10h

A família de um empresário foi feita refém na madrugada desta quinta-feira(14) em Altos (a 40 km de Teresina), por volta das 4h da manhã. Quatro homens armados invadiram a residência e teriam deixado as vítimas amarradas levando o veículo, joias e dinheiro. 

O proprietário da casa foi ao 14º Distrito Policial prestar queixa e declarou que a família estava dormindo quando os bandidos entraram. 

“Eles ameaçaram as pessoas, subtraíram o veículo, joias e em torno de R$ 40 mil em dinheiro, ainda desligaram as câmeras de segurança e levaram o HD”, informou o delegado Tomaz de Aquino. 

O delegado informou que foi acionada a perícia e as investigações estão em curso. “Vamos procurar imagens de outras casas, da rua para conseguir identificá-los”, afirmou. 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar fizeram diligências no sentido de localizar e prender os assaltantes. Apenas o carro, foi localizado na BR-343 em Teresina nesta manhã. 

Segundo os agentes da PRF, o veículo encontrava-se aberto e fora abandonado, porém não havia ninguém no interior do mesmo.

“O veículo foi conduzido até o posto da PRF e encontra-se a disposição do proprietário para os procedimentos que o caso requer”, afirmou a PRF.  

Caroline Oliveira
[email protected]

Após colisão, caminhão tomba e interdita parcialmente a BR-343

Foto: Reprodução PRF

Atualizada às 15h42

O tráfego de veículos na BR-343, entre Teresina e Altos, foi totalmente liberado quatro horas após o acidente ocasionado pelo tombamento de um caminhão carregado com couro de carneiro. Por quase toda a manhã, os motoristas enfrentaram um longo congestionamento e a via só foi desobstruída por volta das 11h. 

 

Atualizada às 10h42

Um caminhão carregado com couro de carneiro e sal tombou na BR-343 e interditou parcialmente a rodovia na manhã deste sábado (2). O acidente aconteceu entre Altos e Teresina, no Km 317, por volta das 6h20. Um grande engarrafamento se formou no trecho.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o tombamento aconteceu após a colisão lateral com outro caminhão.

Agentes da PRF estão no local orientando o tráfego na rodovia, que possuii lentidão por cerca de dois quilômetros. A PRF informou que trânsito flui alternadamente, sem previsão de liberação.

Os motoristas dos dois veículos tiveram ferimentos leves.

Foto: Cidadeverde.com

Hérlon Moraes
[email protected]

Vereadores de Altos visitam escola piauiense que é referência de ensino no Brasil

A Escola Agostinho Brandão situada no pequeno município de Cocal dos Alves é referência em todo o Brasil e até mesmo em outros países por conta dos resultados obtidos e da metodologia aplicada pela equipe de professores.

Isso despertou a curiosidade dos vereadores Maxwell da Mariínha e Dra. Maria Teresa de Altos (PI) que foram até à cidade conhecer o funcionamento da escola com o objetivo de levar novas ideias para a terra da manga.

A dupla de vereador foi recebida pela diretora da escola, Professora Aurilene Vieira, que também é Secretária Municipal de Educação, e pelo Professor Edmilson. Os professores explicaram a rotina de trabalho da escola e como isso tem contribuído para o bom resultado dos alunos. “Aqui a coisa primordial é a disciplina dos alunos, pois isso é a base de tudo”, ressaltou a diretora explicando que a escola desenvolve vários projetos em todas as áreas de ensino e por isso colhe bons frutos.

“Nosso objetivo é ver a possibilidade de ter um braço desse modelo de ensino em nosso município”, disse Maxwell da Mariínha, presidente da Câmara de Altos e pré-candidato a Prefeito.

A Escola Agostinho Brandão ganhou repercussão em todo o país por meio da Educação devido os altos índices de aprovação no Enem, em Olimpíadas de Matemática e Química, prêmios de astronáutica, astronomia e física, e também pelos índices do IDEB. Por conta disso tudo, faturou até o prêmio Darcy Ribeiro de Educação, um das mais disputadas premiações no país.

 

[email protected]

Operação prende 15 e descobre que suspeito planejava matar policial

Fotos: Divulgação PC-PI

A Polícia Civil do Piauí desarticulou uma quadrillha especializada no tráfico de drogas e com ramificações nas cidades de Altos, Campo Maior e Teresina. Entre os presos estão a mãe e a esposa do suspeito identificado como Francisco Fortes Delmiro Neto, conhecido Terceiro, apontado como o 'cérebro' da organização criminosa. Segundo o titular do 14º Distrito Policial, delegado Tomaz de Aquino, durante as investigações foram descobertas ameaças de morte a um policial civil envolvido na operação. 

"Há mensagens em que o suspeito diz que vai eliminar o policial porque ele estava atrapalhando os negócios dele. O Terceiro foi preso há quase um ano e a mulher dele assumiu o negócio ilícito e foi presa hoje, bem como a mãe dele.  Mesmo de dentro do presídio,ele enviava mensagens a outras pessoas do grupo se referindo a um dos policiais envolvidos na investigação. As mensagens não podem ser divulgadas porque estão em sigilo, mas eram no sentido do que fazer com o policial que estava investigando o tráfico de drogas e atrapalhando o negócio", explica o delegado. 

Segundo ele, o 'núcleo' da organização criminosa era na cidade de Altos, mas havia membros nas cidades de Teresina e Campo Maior. 

Fotos: Divulgação PC-PI

 

"Foram presos quatro pessoas em Campo Maior, uma em Teresina e o restante em Altos. Em menos de um ano, já prendemos 62 pessoas envolvidas no tráfico de drogas na cidade, sendo 15 só hoje", reitera o delegado. 

Com os suspeitos foram apreendidos cocaína, maconha, munição e dinheiro. Tomaz de Aquino acrescenta que, geralmente, os investigados usavam comércios ou bares de fachada para a comercilização de entorpecentes. 

"Eles também faziam o delivery de drogas e usavam comércios para mascarar o tráfico. Com essa operação, conseguimos diminuir a criminalidade e dar segurança e sossego à população de Altos", conclui  Tomaz de Aquino, titular do 14º DP. 

 

Graciane Sousa
[email protected]

Posts anteriores