Cidadeverde.com

MPPI acompanha instalação de leitos de estabilização no Hospital de Corrente

Foto: reprodução

O Ministério Público do Piauí, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Corrente e do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Saúde (CAODS), realizou nesta segunda-feira, 24 de agosto, nova vistoria no Hospital Regional Dr. João Pacheco Cavalcante, em Corrente. A inspeção deu continuidade ao trabalho de acompanhamento feito por membros do Ministério Público para monitorar e fiscalizar as condições dos hospitais do interior do Estado, averiguando as necessidades, principalmente, no que diz respeito à oferta de serviços de saúde para os pacientes com o novo coronavírus.

A vistoria ao hospital de Corrente foi conduzida pelo diretor-geral da unidade, Daniel Sousa, e pela conselheira municipal de saúde, Jéssica Neves. Os trabalhos de inspeção iniciaram com um diálogo entre o gestor e os integrantes da equipe de fiscalização sobre os pontos discutidos na inspeção anterior. Dentre os assuntos tratados estiveram a finalização da estrutura física para os atendimentos de pacientes com Covid-19, as escalas de profissionais de saúde, o fornecimento de exame de tomografia computadorizada e o aparelhamento dos novos leitos do hospital.

Em seguida, o diretor e a conselheira, por meio de câmeras de celulares, mostraram o novo fluxo de pacientes, os leitos que estão sendo montados para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus, a área de paramentação e a parte externa referente ao fornecimento de gases. São 03 clínicos e 07 de estabilização com a instalação da canalização de gases já concluída. No entanto, após discussões técnicas, observou-se a necessidade de instalação de tanque de oxigênio para dar maior segurança aos pacientes que necessitam de ventilação mecânica.

Ficou acordado que os representantes do Conselho Regional de Medicina (CRM-PI), Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-14) juntamente com o médico do Ministério Público vão elaborar um parecer com orientações sobre o tanque de oxigênio a ser instalado no hospital. Também, foi recomendado pelo Ministério Público à Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) a contratação de médicos e 4 fisioterapeutas para prestar atendimentos aos pacientes pelo hospital.

A vistoria foi promovida por videoconferência e contou com a participação dos médicos do Ministério Público Celso Pires Filho e Viviane Martins; do médico fiscal do Conselho Regional de Medicina (CRM-PI) Juarez Holanda; do presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-14ª), Rodrigo Amorim, e de representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Corrente e do Conselho Municipal de Saúde e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Piauí (Cosems-PI).

Da Redação
[email protected]