Cidadeverde.com
Diversidade

Conselho Estadual de Direitos Humanos apresenta propostas de ações para Defensor Público Geral do Piauí

.Membros do  Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos - CEDDH  reuniram-se nesta quarta (11) com o Defensor Público Geral do Estado do Piauí, Dr. Erisvaldo Marques dos Reis e  a Subdefensora Pública Geral, Dra. Carla Yáscar Bento Feitosa Belchior .

Na oportunidade, as conselheiras Marinalva Santana, Janaína Mapurunga e Viviane Pinheiro Pires Setúbal (Coordenadora do Sistema Prisional da Defensoria Pública) apresentaram várias sugestões de ações que o Conselho reputa importante serem implementadas pela Defensoria, dentre elas a implantação de, pelo menos, mais uma Defensoria Pública dos Direitos Humanos e Tutelas Coletivas e a ampliação do curso de Defensoras Públicas populares.

A Presidente do CEDDH, Marinalva Santana, destacou que "a Defensoria Pública já realiza um extraordinário trabalho, mas aproveitamos essa reunião para propor ações que podem otimizar a atuação do órgão no Estado, na promoção dos direitos humanos”,

Para Viviane Setúbal, a reunião foi  proveitosa. “Como representante da Defensoria Pública no Conselho vejo como é importante ter esse diálogo direto e franco com a Defensoria Pública, para que a Instituição possa tomar conhecimento das ações que o Conselho pensa que a Defensoria  Pública pode implementar, para que os Direitos Humanos no Piauí sejam mais valorizados, respeitados e defendidos. Apresentamos alguns pleitos, inclusive alguns já estão em fase de execução pela Defensoria, como as ações civis públicas no Sistema Prisional, a questão das melhorias nos órgãos de execução dos Direitos Humanos. Dr. Erisvaldo Marques apresentou ações e projetos  que pensa em realizar na área. Foi uma reunião extremamente proveitosa”, ressaltou a Defensora Pública.

A Subdefensora Pública Geral, Dra. Carla Yáscar Belchior,avalia a reunião como “uma oportunidade valiosa de diálogo da Instituição com o Conselho Estadual de Direitos Humanos. Ouvimos os pleitos e sugestões trazidos pelas representantes do Conselho, alguns dos quais já estão contemplados pela nossa atuação, bem como apresentar as ações e projetos que a Defensoria Pública vem desenvolvendo pela promoção dos Direitos Humanos, a exemplo do Projeto Defensoras Populares, que futuramente poderá ser estendido a outras áreas da capital.”

Dr. Erisvaldo Marques, diz que o encontro foi uma oportunidade para estreitar ainda mais os laços com Conselho. “Tratamos de pleitos importantes para a valorização dos Direitos Humanos. É um anseio tanto do Conselho como da Defensoria Pública que essa temática seja cada vez mais discutida e valorizada, bem como que sejam implementadas ações para a garantia desses direitos, o que a Defensoria já faz por meio de projetos e atividades, bem como no atendimento diário que prestamos aos nossos assistidos. Lutar por Direitos Humanos é essencial quando se busca uma sociedade mais justa”, afirma o Defensor Público Geral.