Cidadeverde.com
Diversidade

Familiares e amigos de Vanessa Carvalho realizam caminhada na Frei Serafim exigindo justiça

A enfermeira Vanessa Carvalho foi vítima de feminicídio dia 29/09 em Teresina quando foi atropelada pelo empresário Paulo Henrique Campos. Para solicitar justiça e ação concreta do poder judiciário, família e amigos da jovem promoveram caminhada na Avenida Frei Serafim nesta sexta(18). Representantes da sociedade civil também participaram da ação em apoio e solidariedade aos familiares.

Cartazes ecoavam indignação e cobravam respostas do poder público: ‘Todos te amamos muito e não vamos desistir #justiçavanessacarvalho”; “Não foi acidente, foi feminicídio doloso”; “Nenhum a menos! basta de femicídio no Piauí! Chega de omissão dos governos”; “Não vai cair no esquecimento”.

Marinalva Santana, presidenta do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos(CEDDH), esteve presente no ato e destaca que a impunidade não pode prevalecer em todos os casos de violência contra mulher no Estado do Piauí. Lembra que crimes de femincídio tem aumentado assustadoramente e sociedade piauiense deve se mobilizar para dar basta nesta realidade.

Informações públicas divulgadas pela Secretaria de Segurança do Piauí revelam: o ano de 2018 apresentou aumento de 50% nos casos de feminicídio em Teresina em relação ao ano anterior. Naquele período, 25 mulheres tiveram vida ceifadas em todo Piauí por sua condição de ser mulher.

Estudos apontam que diversos tipos de violências presentes no país levam ao Feminicídio: Violência física, sexual, patrimonial, moral, doméstica, tortura psicológica, assedio, sentimento de soberania masculina sobre mulher, machismo institucionalizado e cultural, desigualdade de gênero, preconceito étnico-racial, exploração sexual infantil, tráfico de mulheres e meninas etc.