Cidadeverde.com
Diversidade

Poder Público Estadual institui Prêmio Estadual de Direitos Humanos Antônia Flor

A Governadora em exercício, Regina Sousa, assinou hoje (20) decreto instituindo o Prêmio Estadual de Direitos Humanos Antônia Flor. A assinatura ocorreu em concorrida solenidade no Palácio de Karnak.

A criação do prêmio foi uma sugestão do Conselho Estadual de Direitos Humanos à Regina Sousa, durante reunião realizada em fevereiro de 2019, na Vice-Governadoria.

O texto do decreto prevê a premiação anual de pessoas e instituições que se destacam na área de promoção e defesa dos direitos humanos no Estado do Piauí.

Na solenidade de assinatura do Decreto, a Governadora em exercício ressaltou que a escolha do nome da honraria é também uma forma de homenagear a mulher rural: "Fiquei encantada com a história da Antônia Flor, uma mulher do campo que morreu lutando pelo direito à terra", pontuou Regina.

Na sua fala, a Presidente do Conselho Estadual de Direitos Humanos, Marinalva Santana, agradeceu a sensibilidade da Governadora em exercício por acatar a sugestão do Conselho  de criação do Prêmio e aproveitou para cobrar mais ações do Executivo Estadual que contribuam para a promoção dos Direitos Humanos. Uma das sugestões apresentadas por Marinalva foi o envio de mensagem à Assembleia Legislativa do Piauí, com projeto de lei prevendo cotas raciais em concursos públicos realizados no Estado:

"O Piauí precisa mirar-se no exemplo de cerca de uma dezena de estados que já aprovaram leis próprias, prevendo cotas raciais nos concursos públicos", pontuou Marinalva.