Cidadeverde.com
Diversidade

Documentário teresinense 'TRANSDOC' traz narrativas e subjetividades de pessoas TRANS

“Gente é muito bom/gente deve ser o bom/tem de se cuidar/de se respeitar o bom/gente quer comer/gente quer ser feliz/ gente é pra  brilhar/não para morrer de fome”.  E como objetivo de  Abrilhantar a vida e narrativa de travestis, transexuais e trangêneros, o  Coletivo Trans 086  está em fase de produção de documentário “TRANSDOC”, idealizado por Grax Medina Gutierrex, Rafael Nunes Santana, Rodrigo Moara Sobieski e Daniel Victor Moura Albano.

De acordo com o grupo, a criação de um registro audiovisual protagonizado e dirigido  por pessoas TRANS traz uma ótica narrativa mais singular e subjetiva [email protected] [email protected], favorecendo adentrar com mais sensibilidade as trajetórias, dores e delícias das/dos sujeitos.

O documentário traz vivências [email protected] protagonistas em suas vidas cotidianas: acesso ao emprego, questionamentos familiares e vida educacional. Serão entrevistadas 15 pessoas TRANS diversas: professora universitária, jornalista, produtor audiovisual, estudantes etc.

O lançamento oficial  está previsto para acontecer na próxima semana (29/01).  

VEJA O TRAILLER DE APRENSENTAÇÃO AQUI