Cidadeverde.com
Diversidade

Sacolândia volta às ruas de Teresina

O SACO é um projeto performático que propõe intervenções artísticas nas ruas praças e bairros de Teresina, a partir da metáfora de um corpo jogado fora, um corpo sem valor: Articulado por Soraya Portela, Allexandre Santos, Cesar Costa e Cipó Alvarenga, artistas do Galpão do Dirceu, o SACO está de volta com a SACOLANDIA no JUNTA #1 - Festival Contemporâneo de Dança.

 Dentro do Festival, a SACOLANDIA acontece quinta-feira (11/06) na Praça Pedro II e SÁBADO (13/06) na Praça cultural do Dirceu. A intervenção performática integrará a semana de espetáculos, workshops, bate papos, exposição e mostra de jovens criadores do JUNTA #1, numa extensa programação cultural. Todas iniciam sempre às 17 horas.

 Iniciado em janeiro de 2015, SACO ganhou novos desdobramentos, além da SACOLÂNDIA. No encontro com o fotógrafo Valério Araújo e o videomaker Emerson Mourão e passou a acontecer COMO exposição audiovisual, a exposição Ponto de Vista esteve em cartaz na programação da Parada de Cinema (Mostra Internacional de Cinema, Arte e Vídeo, que aconteceu no Teatro do Boi abril em 2015).

 SACO tem discutido, a partir da imagem de corpos ensacados no espaço urbano, a violência, a indiferença de um mundo cada vez mais individualizado, do desconforto diante da constatação de que vida pode ser descartável como lixo. S A C O nos pergunta como é estar vivo no mundo sem direitos. Traz o questionamento do lugar de arte como protesto, confunde o corpo com bicho, lixo, uma coisa, uma pessoa ou coisa morta jogada ali, SACO confunde por alguns minutos as noções de vida.