Cidadeverde.com
Diversidade

Rede Ambiental do Piauí faz horta urbana no Dia Mundial de Combate ao Agrotóxico

A  Rede Ambiental do Piauí (REAPI) promoverá nesta quinta-feira(03) ação pelo Dia Mundial de Combate aos Agrotóxicos e em defesa da alimentação saudável. A partir da iniciativa do Movimento Ativismo Urbano, será produzida às 8h uma horta urbana na Praça das Ações Comunitárias no Parque Piauí.

O movimento Ativismo Urbano pretende ocupar espaços ociosos da cidade para  produção de   hortas públicas visando, assim, disseminar a cultura social de valorização e consumo de alimentos livres de agrotóxicos. A prática da agricultura urbana ganha cada vez mais adeptos pelo Brasil e irradia-se por áreas de praças, apartamentos, bairros populares, shoppings e outros espaços das metrópoles.

O dia mundial pelo combate ao agrotóxico tem origem num episódio trágico ocorrido no ano de 1984 em Bhopal(Índia):  vazamento de 40 toneladas de gases tóxicos da empresa Union Carbide Corporation. A exposição imediata aos gases letais   vitimou milhares de pessoas e resultou em danos de longo prazo à saúde da população local bem como ao meio ambiente.

A companhia Carbide Corporation  tentou furtar-se  da responsabilidade  em relação às mortes do desastre e dificultou acesso à informações específicas da composição dos venenos,  comprometendo a assistência médica eficiente aos contaminados.

Os impactos socioambientais do uso de agrotóxico já é uma realidade que preocupa autoridades médicas. A posição do Instituto Nacional de Câncer (INCA) é pela redução de agrotóxicos no Brasil, segundo relatório lançado pela entidade.  A instituição destaca que a exposição aos venenos produz efeitos como infertilidade, impotência, abortos, neurotoxicidade, câncer etc.

Para maiores informações sobre Agricultura Urbana na Prática, clique AQUI

Relatório do INCA sobre Agrotóxicos, ver AQUI

Por Herbert Medeiros