Cidadeverde.com

Governo vai realizar transferência de peixe-boi resgatado no Piauí para o Pernambuco

Foto: Reprodução 

Atualizada às 16h20

O Governo do Piauí informou na tarde desta quinta-feira (28), que vai realizar a transferência do filhote de peixe-boi que foi resgatado na praia de Macapá, em Luís Correia. O filhote recebeu o nome de Whind, em homenagem ao piauiense Whindersson Nunes

A governadora Regina Sousa (PT) autorizou o transporte aéreo do animal com urgência para a base do Centro de Mamíferos Aquáticos na Ilha de Itamaracá, em Pernambuco, onde vai receber tratamento especializado. A transferência será realizada na manhã de sexta-feira (29), de avião.

Matéria original

O filhote de um peixe-boi foi encontrado encalhado na praia de Macapá, em Luis Correia, por pescadores da região nesta quarta-feira (27/04). O animal foi resgatado por uma equipe da Comissão Ilha Ativa e encaminhado para a Apa Delta Do Parnaíba - ICMBio. O filhote recebeu o nome de Whind, em homenagem ao piauiense Whindersson Nunes. 

Ao Cidadeverde.com, Liliana Oliveira, vice-presidente da Comissão Ilha Ativa, informou que o filhote, uma fêmea do peixe-boi, tem aproximadamente 10 dias de nascida e foi encontrada encalhada em uma croa que se formou na praia de Macapá após a maré descer. A suspeita é que o filhote tenha se perdido da mãe. 

"Ele não está caquética ou magra. Isso quer dizer que ele estava com a mãe se alimentando. Deve ter colidido com alguma embarcação ou se desprendido dela, porque os filhotes ficam grudados na teta da mãe; ou então a correnteza pode ter separado eles. E aí ela acabou ficando encalhada e não conseguiu voltar para a mãe", relatou Oliveira. 

O filhote tem aproximadamente 30 kg e mede 1,27 metros. A Whind está bem e encontra-se apenas com alguns machucados que podem ter sido provocados pela correnteza ou colisão com alguma embarcação ou galho de mangues. 

Foto: Reprodução 

Whind será transferida para Pernambuco, uma vez que o Piauí não tem estrutura adequada para fazer a reabilitação de animais dessa espécie. 

"Em Pernambuco tem uma base do CMA (Centro de Mamíferos Aquáticos) que trabalha exclusivamente com mamíferos. Estamos aguardando só o meio de transporte. Mas, acreditamos que até sábado ela já estará viajando para Ilha de Itamaracá, em Pernambuco", acrescentou Liliana Oliveira. 

Devido ao estado de saúde da Whind e da alimentação especial, a filhote foi alimentada com leite de soja e ontem com soro via oral para hidratação. 

Sobre a escolha do nome, Liliana disse que os membros da comissão disseram que queriam homenagear o piauiense Whindersson Nunes quando resgatassem algum peixe-boi. Isso porque, segundo a vice-presidente da Comissão, o animal é conhecido por ser uma figura carismática. 

“E todos da Comissão pensavam nisso. Quando resgatamos, logo demos o nome”, completou Liliana Oliveira. 

 


Nataniel Lima
[email protected]