Cidadeverde.com

Falta de emprego? Não para os profissionais de TI

Segundo o último Relatório Setorial de TIC 2019, divulgado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), sobram vagas e falta mão de obra no setor de tecnologia do Brasil. Conforme a pesquisa, a área deve demandar mais de 420 mil novos profissionais até 2024 em todo o país e o Piauí não fica de fora dessa realidade.

 

Com a informatização de praticamente todos os setores da economia, a presença do profissional de informática e computação tornou-se imprescindível. É o caso do analista de sistemas Paulo Henrique de Oliveira Silva, que era professor de História e decidiu cursar Análise e Desenvolvimento de Sistemas justamente pelas diversas possibilidades de atuação. “Eu sempre gostei de tecnologia e, observando o mercado de trabalho, resolvi investir em uma nova profissão. Isso possibilitou um salto na minha carreira, e hoje trabalho numa empresa muito bem estabelecida”, comenta Silva.
 

“Os especialistas em tecnologia criam um elo entre presente e futuro, fazendo parte de uma nova geração de profissionais analíticos essenciais para o mercado ”, explica Danillo Xavier Saes, coordenador dos cursos superiores de Tecnologia da Informação da Educação a Distância de uma faculdade privada que tem polo em Teresina.

 

Na instituição, a procura pelos cursos aumentou em 45% em cinco anos. Ainda segundo Saes, este crescimento é devido a exigência do mercado, que em um cenário globalizado exige profissionais qualificados, dinâmicos e em constante mutação.