Cidadeverde.com
Esporte

Em noite de adeus, Corinthians empata com a Chapecoense e escapa do rebaixamento

Imprimir
  • corinthians-chapecoense-8.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
  • corinthians-chapecoense-7.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
  • corinthians-chapecoense-6.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
  • corinthians-chapecoense-5.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
  • corinthians-chapecoense-4.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
  • corinthians-chapecoense-3.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
  • corinthians-chapecoense-2.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
  • corinthians-chapecoense-1.jpg Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians conseguiu enfim escapar de vez do rebaixamento no Brasileirão. Não foi do jeito que os 36 mil torcedores presentes no Itaquerão queriam. Neste domingo (25), o time empatou sem gols com a Chapecoense em jogo marcado pelas despedidas de Danilo e Emerson Sheik do estádio corintiano.

Os ídolos corintianos começaram no banco de reservas e entraram em campo no segundo tempo. Primeiro, Danilo, que tinha sido titular nos últimos cinco jogos. Na reta final da partida, foi a vez de Sheik atuar por alguns minutos. Ao fim do jiogo, ambos os jogadores foram homenageados no gramado, com direito a taças no campo e menção no telão da Arena.

Com o empate, o Corinthians soma 44 pontos no Brasileirão e ocupa a 12ª posição. O time do técnico Jair Ventura só pode ser ultrapassado por mais quatro times até o fim do campeonato - no pior cenário, terminaria em 16º lugar (isso porque Ceará e Vasco se enfrentam na última rodada).

O Corinthians volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Grêmio em Porto Alegre, na despedida do Brasileirão 2018. Já a Chapecoense recebe o São Paulo na Arena Conda, no mesmo dia.

O jogo em Itaquera começou a todo vapor, com o Corinthians no ataque. A postura possibilitou ao time finalizar pela primeira vez aos três minutos. No lance, o lateral esquerdo Carlos Augusto cruzou para Mateus Vital, que bateu cruzado para o gol. Jandrei, bem colocado, fez a defesa. A Chapecoense respondeu em seguida, em chute de Wellington Paulista. Cássio, porém, fez a defesa em dois tempos.

Depois dos dois lances de perigo, a partida ficou monótona, com muita marcação no meio-campo e pouca criatividade para furar os bloqueios à frente da área. Restou, então, a bola parada. Aos 23, Jadson conseguiu finalizar, mas foi bloqueado. Na cobrança, Henrique quase abriu o placar após um bate-rebate na área.

As dificuldades do Corinthians em jogadas aéreas ficou novamente evidente em dois lances de ataque da Chapecoense. Aos 30 minutos, Wellington Paulista cabeceou e Cássio fez a defesa no meio do gol. Na reta final da primeira etapa, Leandro Pereira subiu sozinho e mandou a bola rente à trave. A falha da defesa rendeu uma bronca de Cássio.

Bem perto da zona de rebaixamento e à caça de pontos para respirar na tabela, a Chapecoense foi ao ataque no começo do segundo tempo. O time catarinense chegou três vezes em nove minutos. Primeiro, com Leandro Pereira, em conclusão na área que saiu pelo alto. Depois, em cabeçada do atacante bem perto da linha de fundo. Wellington Paulista também arriscou em chute colocado que passou por cima da meta.

DANILO E SHEIK
Danilo e Sheik não começaram jogando, mas receberam homenagens antes mesmo de a bola rolar em Itaquera. Os jogadores posaram ao lado das taças conquistadas com a camisa corintiana. O meio-campista soma oito títulos, contra sete do atacante. No fim do jogo, os troféus foram levados ao gramado da Arena Corinthians.

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Carlos Augusto; Ralf, Thiaguinho, Pedrinho (Rafael Bilu), Jadson, Mateus Vital (Emerson Sheik) e Romero (Danilo).
T.: Jair Ventura
CHAPECOENSE
Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Canteros (Osman) e Diego Torres (Elicarlos); Wellington Paulista e Leandro Pereira.
T.: Claudinei Oliveira
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Público/Renda: 35.888 pagantes (total: 36.110)/R$ 1.219.472,00
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Luiz Santos Renesto (ambos do PR)
Cartões amarelos: Ralf e Emerson Sheik (Corinthians); Diego Torres (Chapecoense)

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir