Cidadeverde.com
Viver Bem

Fibromialgia: cuidados específicos podem atenuar as dores

Imprimir

Foto: Caroline Oliveira/Cidadeverde.com

No País, cerca de 5,1 milhões de pessoas sofrem de fibromialgia, segundo a Comissão de Fibromialgia da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR). A doença atinge, principalmente, as mulheres entre 40 e 60 anos. Entretanto, qualquer pessoa pode apresentar o problema, já que suas causas ainda são desconhecidas pela medicina.

Entre os principais sintomas estão as dores crônicas em várias partes do corpo, além de irritabilidade, estresse, insônia e problemas intestinais e de memória.

Para descobrir o mal, não há exame específico. Por isso, o acompanhamento médico é o principal fator determinante na hora de descobrir a doença. Há fatores em comum dos doentes, como traumas físicos ou psicológicos, desde que haja predisposição genética.

Estudo feito em 2011 pelo Instituto Harris Interactive constatou que no Brasil a doença leva de quatro a sete anos para ser identificada. Segundo a pesquisa, isso acontece porque médicos e pacientes ainda conhecem pouco o problema.

Tratamento

O tratamento é feito com antidepressivos que têm a função de diminuir a transmissão de dor para o cérebro. Atividades físicas, como caminhada, alongamento e até musculação são indicadas aos pacientes

Os médicos avisam, porém, que é preciso começar bem devagar, porque as pessoas que sofrem dessa doença têm condição física muito ruim. Tratamentos de quadros crônicos são indicados para dar uma melhor qualidade de vida aos pacientes, já que a doença não tem cura.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir