Cidadeverde.com
Geral

Tragédia anunciada deixa 11 famílias desabrigadas com chuva no bairro Ininga

Imprimir
  • innga-ulissesmarques-alagemneto-goretesantosa3.jpg Gorete Santos/TV Cidade Verde
  • innga-ulissesmarques-alagemneto-goretesantosa2.jpg Gorete Santos/TV Cidade Verde
  • innga-ulissesmarques-alagemneto-goretesantosa.jpg Gorete Santos/TV Cidade Verde
  • innga-ulissesmarques-alagemneto-goretesantos.jpg Gorete Santos/TV Cidade Verde
  • ininga-ulissesmarques-alagemneto-gortesantos1.jpg Gorete Santos/TV Cidade Verde
  • ininga-ulissesmarques-alagemneto-goretesantos1.jpg Gorete Santos/TV Cidade Verde
  • ininga-ulissesmarques-alagemneto-goretesantos.jpg Gorete Santos/TV Cidade Verde

Um desastre anunciado pelas famílias, ainda no começo do ano, se concretizou com a forte chuva que caiu nesta terça-feira(21) em Teresina. Os moradores do bairro Ininga, que moram próximos à avenida Ulisses Marques, que está sendo construída, já previam que o bueiro colocado no local, não suportaria a vazão da água. Na noite de ontem, 11 famílias perderam tudo. 

Uma delas é do comerciante Everaldo Ferreira, que mora no local há 26 anos e ontem a noite perdeu tudo. Ele tinha um bar, um comércio e sua residência no mesmo local. 

A água subiu cerca de um metro e meio dentro da casa, os quatro freezeres do bar, boiaram e viraram, ele perdeu tudo que tinha dentro. A tragédia só não foi maior, porque a família que estava trancada dentro de casa, arrombou a porta para sair. 

Tragédia anunciada

Ele, que morava há 26 anos na região, foi um dos que alertou que a entrada da galeria era pequena demais para o volume de água. A denúncia foi feita ainda em janeiro à TV Cidade Verde. Veja reportagem aqui. 

Na época o superintendente da SDU Leste, João Pádua, disse que os estudos feitos mostraram que o bueiro colocado daria vazão. Em entrevista nesta quarta-feira(22), o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Teresina, Marco Antônio Ayres, admitiu que a captação de água precisa ser melhorada na região e que, provavelmente, a obra feita na região tenha problemas. 

“Isso tem que ser avaliado. Possivelmente houve problema nesse ponto. Essas pessoas já moram lá há 25 anos e a obra está há 2 anos e já passamos por chuvas. Essa tromba d’água chegou de uma vez naquela região. Essa captação tem que ser melhorada e, se for o caso, a obra tem que ser reformulada, isto é, duplicada ou alargada, uma solução de engenharia comum nesses casos. Foi bom esse alerta, pois o local ainda está em construção e será a ocasião adequada para fazer a correção”, declarou.

Outros estragos

A chuva de ontem causou estragos principalmente na zona Leste, vários pontos ficaram alagados e muitas famílias tiveram prejuízos. No bairro São Cristóvão, muros caíram e casas foram invadidas pelas águas. Carros foram arrastado por vários quarteirões.

Segundo a Defesa Civil do município, 134 famílias estão desabrigadas em Teresina devido às chuvas deste ano. 

 


Caroline Oliveira
Com informações da repórter Gorete Santos (TV Cidade Verde)
[email protected]

Imprimir