Cidadeverde.com
Geral

Prefeitura de Teresina suspende cirurgias eletivas na rede privada

Imprimir

Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

A Prefeitura de Teresina (PMT) publicou decreto suspendendo, pelo período de 15 dias, as cirurgias eletivas na rede privada de saúde do município.  A PMT já anunciou a suspensão dessas cirurgias na rede pública. 

A suspensão considera o agravamento de saúde pública em decorrência da pandemia da Covid-19 para ampliar a capacidade de atendimento hospitalar, por meio de leitos clínicos e de UTI (unidade de tratamento intensivo), aos pacientes infectados pelo novo coronavírus. 

De acordo com o decreto Nº 20.778, de 23 de março de 2021, “ficam suspensas, pelo período de 15 dias, a contar da publicação deste decreto, as cirurgias eletivas, no âmbito da rede privada de saúde do município de Teresina, excetuando-se os casos de patologias oncológicas, cardiológicas e neurológicas”. 

A suspensão atende ao pedido do Comitê de Operações Emergenciais de Teresina que recomenda a imediata suspensão, em hospitais públicos e privados, das cirurgias eletivas. 

O presidente do Sistema Unimed Teresina, o médico Emmanuel Fontes, afirmou que a rede já suspendeu temporariamente as cirurgias eletivas para ampliar o número de leitos aos pacientes com Covid-19. 

Em vídeo, Emmanuel Fontes solicitou que o Governo Estadual e a Prefeitura Municipal a publicação de decretos reforçando a suspensão na rede privada, para que os hospitais particulares passem a oferecer mais leitos.

 

 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir