Cidadeverde.com
Política

Uespi, violência, Polícia Militar e embates sobre Bolsonaro marcam debate da TV Cidade Verde

Imprimir
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_20_24.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_20_23.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_20_22.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_20_22_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_20_10.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_00_26.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_00_231.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_37_06.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_00_23.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_13_00_21.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_51_41.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_51_38.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_37_48.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_30_25.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_30_24.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_30_24_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_30_22.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_24_17.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_24_15.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_16_02.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_16_02_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_16_01.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_59_(2).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_56.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_16_00_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_59.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_59_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_58.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_58_(1).jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_57.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com
  • WhatsApp_Image_2022-08-16_at_12_15_54.jpeg Renato Andrade / Cidadeverde.com

O 1º debate com os candidatos ao governo do estado promovido pela TV Cidade Verde foi marcado por embates acalorados. Entre os principais assuntos, o presidente da República Jair Bolsonaro, a atuação da Polícia Militar, as alianças feitas por alguns candidatos e a administração petista.

No 3º bloco, por exemplo, a candidata Lourdes Melo (PCO) questionou o candidato do PL, Coronel Diego Melo sobre a atuação da PM. “O que a PM faz é ameaçar a população que passa a fome”, disse a candidata.

“Sou PM com muito orgulho há 25 anos e aplicando a lei. Vou defender a família, o cidadão de bem, para resgatar a paz do nosso estado”, respondeu Diego.

Lourdes reagiu e disse que o candidato do PL fala em tom de ameaça. “Não tem diferença na fala dele e do Bolsonaro. Ele ameaça o tempo todo. Ele fala em nome de Deus, mas na verdade o que a PM faz com a juventude. Eles não têm nada a propor. Esses candidatos vêm pra cá pregar mais violência para a população. São matadores de jovens”, respondeu.

O coronel Diego aproveitou a tréplica para dizer que o presidente Bolsonaro foi o que mais reduziu a criminalidade. “Vinte mil vidas estão sendo salvas todos os anos. É o presidente que tem resgatado a juventude da criminalidade. Foi o presidente que mais mandou recursos para a segurança do nosso estado”, disse.

Os investimentos na Uespi também foram temas do debate. A candidata Madalena Nunes (Psol) questionou Rafael Fonteles (PT) sobre melhorias na instituição de ensino. “Vão continuar com a política de destruição da Uespi?”, questionou a candidata.

Rafael respondeu que a “a Uespi é um patrimônio dos piauienses e que precisa ser cada vez mais valorizada”, disse.

Madalena questionou a falta de uma biblioteca no campus Torquato Neto. “No Torquato Neto não tem biblioteca, mas tem uma defasagem de professores”, replicou.

“Precisamos reforçar a infraestrutura. Há uma proposta clara no nosso programa de apoio aos estudantes em vulnerabilidade”, respondeu Fonteles.

No embate entre Gustavo Henrique e Silvio Mendes o assunto que predominou foram as companhias. O candidato do Patriotas questionou o apoio do prefeito de Parnaíba, Mão Santa, a Silvio.

“O senhor teme alguma situação em relação as companhias atuais”, perguntou Gustavo.

Silvio respondeu confirmando a aliança com Mão Santa. “Aliança política não se faz com iguais, se faz com diferenças. Fui adversário da Adalgisa e do Mão Santa e hoje somos aliados, pensamos diferentes. Temos diferenças de ideias e pensamentos, mas que bom. Temos um consenso que é o Piauí”, respondeu.

Gustavo insistiu no tema com o candidato do União Brasil que voltou a dizer ter orgulho de suas companhias.

“Você não sabe como eu sou feliz e honrado na companhia do Joel e Iracema. Agradeço a Deus por ter a oportunidade de andar com eles. temos propósitos. a gente não mente, não engana e não rouba e nem deixa roubar. Nós sabemos fazer”, afirmou.

Assista trecho do debate: 

O tema segurança voltou a ser discutido no 3º bloco do debate quando Silvio Mendes perguntou a Geraldo sobre investimentos.

“A nossa chapa tem uma preocupação com a recuperação da fome e do desemprego. Vivemos uma tragédia social promovida por uma crise e os governos que aí estão. Seu principal cabo eleitoral é o ministro Ciro Nogueira, chefe do Centrão e o principal ministro do Bolsonaro, que é responsável pela violência instalada hoje no país”, respondeu.

“Meu partido é o União Brasil. O Ciro Nogueira nós fizemos uma aliança. Como cidadão estou feliz, a gente não tem tempo a perder”, respondeu Silvio.

Geraldo voltou a criticar o governo Bolsonaro e terminou gerando um direito de resposta para o coronel Diego Melo.

“Tenho orgulho de estar ao lado de Bolsonaro. O presidente está salvando vidas e no Piauí tem feito um grande trabalho. Vamos resgatar a tranquilidade desse estado. vamos gerar 600 mil empregos”, disse Diego.

Um dos grandes embates entre os candidatos aconteceu entre Gessy Lima e Ravenna Castro. A candidata do PMN questionou a adversária sobre denúncias envolvendo a contratação de um veículo para a Secretaria de Economia Solidária a um valor superior.

“É lamentável a falta de informação da nobre doutora advogada, que já vem por meio das redes sociais proferindo mentiras e calúnias. O sindicato realmente me denunciou baseado na denúncia de uma página, só que depois foi constado que houve um equívoco”, disse.

“A denúncia é clara, basta acessar o instagram do sindicato. A senhora não se explicou”, respondeu Ravenna.

A discussão gerou direito de resposta para as duas candidatas. “A candidata Ravenna está respondendo um processo por calúnia movido por mim. Ela não vai se promover em cima de mim”, disse Gessy.

“Ela quem está sendo processada. Finge ser evangélica e faz compra superfaturada. Esse tipo de economia que você quer para o governo do estado? É você quem me persegue”, respondeu Ravenna.

No confronto entre Major Diego Melo e Rafael Fonteles o tema a ser discutido foi o aborto e a ideologia de gênero, além de Bolsonaro.

“O candidato Rafael é contra o aborto. Não defende ideologia de gênero, legalização das drogas. Faz parte da democracia discutir o tema. Nosso lado é o de Lula, do amor. Do outro a miséria voltou”, falou Rafael.

“O pai da mentira é o capeta. Vocês enganaram por muito tempo e não vão mais enganar. Presidente Bolsonaro tem salvado o pais de vocês e nós vamos salvar aqui”, retrucou o candidato do PL.

“Quem espalha mentira é o Bolsonaro. Foi Bolsonaro que trabalhou contra a vacinação, que ia virar jacaré, pegar AIDS, ainda está no cargo, mas Lula está chegando”, retrucou o candidato do PT.

Em novo confronto entre Rafael e Silvio o tema internet foi levantado pelo petista. “A tecnologia vai propiciar emprego e queremos ser o governo mais digital do Brasil. Acreditamos que a tecnologia pode melhorar a vida do piauiense. É esse Piauí moderno que queremos levar”, afirmou.

“Não foi isso que eu vi no Piaui. O investimento é urgente, precisa ser feito. Foi prometido pelo seu governo colocar internet em toda a rede escolar. Eu não vi isso. Você consegue dormir em paz participando de um governo que esqueceu a educação?”, questionou Silvio.

Veja também:

Assista o bloco 1 do debate

Assista o bloco 2 do debate

Assista ao bloco 4 do debate

Herlon Moraes
[email protected]

Imprimir