Cidadeverde.com
Esporte

Rômulo estreia no Fut7 com vitória e revela que não desistiu do futebol profissional

Imprimir

Foto: Yala Sena

Trocando o gramado, pela grama sintética, o volante piauiense Rômulo, de 31 anos, estreou ontem (5) pelo Resenha FC, em uma vitória de 4x2 contra o Sampaio Corrêa, da Bahia, pela Copa Piauí. Ele afirmou que apesar de estar no Fut7, não desistiu de voltar para o futebol profissional.

O jogador é a nova adição do Resenha Fut7, e junto com Léo Moura, ídolo de grandes clubes brasileiros como Flamengo e Grêmio, vão participar de campeonatos nacionais e internacionais pelo time piauiense. Já no sábado (8) e domingo (9) acontece a etapa regional da Liga Fut7 em Teresina, com participação de Rômulo e Léo Moura representando o Piauí pelo Resenha FC, que busca manter o título de campeão.

Em entrevista para a Rádio Cidade Verde, o volante revelou que tem sido um pouco difícil mudar do gramado para a grama sintética. “É uma adaptação um pouco difícil, mas para mim, que já tive a oportunidade de jogar em gramado sintético, facilita um pouco mais. Com certeza é um esporte diferente do futebol, muito mais dinâmico e corrido”, afirmou.

Ele disse que apesar dessa mudança temporária, não pretende desistir do futebol profissional. “Eu pretendo jogar ainda o futebol profissional. Estou participando agora com o Resenha, e pretendo futuramente estar participando mais vezes, mas pretendo ainda jogar no futebol de campo por mais um tempo”, destacou o jogador, que pontuou que prefere um time do exterior.“Acho melhor fora, mas o futuro a gente não sabe, mas de repente aparece alguma coisa boa né”.

O volante disse que ficou animado com a estreia. “Nem pensei que iria jogar tantos minutos assim, mas o Clemilton me deixou em campo, foi legal, atmosfera legal, também não esperava que teria tanta gente”, revelou.

O empresário Daniel Trajano revelou que a chegada de Rômulo ajuda a valorizar o estado e os jogadores piauienses. “Trouxemos o Léo [Moura], em seguida o Zé Roberto que passou o ano passado aqui e o Piauí faz 200 anos nesse ano, e uma coisa que eu queria, era trazer o Rômulo, que é maior referência do nosso estado, que é um jogador de alto porte, então era um desejo nosso, para mostrar a nossa força também. O currículo dele é gigantesco, então não tinha opção melhor, até para valorizar o nosso estado”, afirmou.

Daniel Trajano afirmou que estuda a possibilidade de ter um time de futebol no estado. “O futuro a Deus pertence, existe isso, mas vamos levando devagarinho. O Ronaldo comprou o Cruzeiro, vamos ver achamos um investidor para incentivar mais o futebol piauiense”, revelou.

Bárbara Rodrigues e Herbert Henrique
[email protected]

Imprimir