Cidadeverde.com
Política

"Vamos fazer a defesa intransigente do Piauí", afirma futuro procurador

Imprimir

Prestes a assumir a Procuradoria Geral do Estado (PGE), Francisco Gomes Pierot Junior disse ao Jornal do Piauí desta segunda-feira (07) que uma das metas do seu trabalho à frente do órgão será o prosseguimento das ações judiciais de interesse do estado. 

“Vamos sim dar ênfase naquilo que achamos que juridicamente possa estar prejudicando o estado do Piauí. Nesse aspecto vamos fazer a defesa intransigente do estado do Piauí, mas é claro, vamos estar em constante diálogo com os poderes”, destacou o advogado.

O futuro procurador-geral pontuou que ainda aguarda a conclusão do trabalho da comissão de transição, que deve levantar todas essas informações com o atual procurador-geral, Plínio Clerton. No Supremo Tribunal Federal (STF), por exemplo, o estado questiona a redução da alíquota do do ICMS dos combustíveis, da energia elétrica e das comunicações.

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Segundo ele, a intenção é dar prosseguimento ao trabalho do antecessor. “Vou tentar fazer uma continuidade do excelente trabalho técnico que já vem sendo desenvolvido pela Procuradoria e dar ênfase, e apoio, ao nosso futuro governador e sua equipe na implementação das políticas públicas”, disse. 

Mestre em Direito, Francisco Gomes Pierot Junior foi anunciado recentemente como o novo PGE pelo governador eleito, Rafael Fonteles (PT). Na pasta, o advogado garante que um dos seus compromissos é dar mais segurança jurídica aos feitos governamentais. 

“Continuando com esse trabalho intenso de assessoramento e procurando, dentro da nossa legislação, melhorar a efetividade da implementação legal e segura daquilo que pode ser executado como política pública”, concluiu Pierot Junior.

Breno Moreno 
[email protected]

Imprimir