Cidadeverde.com
Política

Assembleia promulga lei que reajusta salário de governador, deputados e secretários

Imprimir

Foto: Alepi/Thiago Amaral


O reajuste dos salários do governador, vice, deputados e secretários de estado passa a valer a partir de agora no Piauí. O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Franzé Silva (PT), promulgou a lei do aumento de subsídios. A promulgação aconteceu pelo poder legislativo após o governador Rafael Fonteles (PT) deixar passar o prazo de 15 dias úteis para sancionar o projeto de lei, que foi aprovado no último dia 27 de dezembro na Alepi.

Com essa decisão, o governador evita sanciona o próprio salário e deu sinais de que não concorda, neste momento, com o aumento. 

Seguindo o Congresso Nacional, os reajustes são escalonados em quatro percentuais. O primeiro deles entra em vigor em 1º de janeiro de 2023. 

O governador do estado, por exemplo, passará a ganhar R$ 29.469,99. 

A partir de 1º de abril de 2023 os valores aumentam para R$ 31.238,19, passando para R$ 33.006,39 em 1° de fevereiro de 2024, e para R$ 34.774,64 em 1º de fevereiro de 2025.

Conforme apurado pelo Cidadeverde.com, anteriormente, em lei sancionada em 2014, o salário dos deputados estaduais estava fixado em R$ 25.322,25. Já o salário fixo para um governador do estado é de R$ 17.9 mil.

Os reajustes no Piauí seguem um efeito cascata de medida semelhante adotada em Brasília. Ou seja, o Senado havia aprovado o projeto de decreto legislativo que reajusta o subsídio dos membros do Congresso Nacional, do presidente e vice-presidente da República e dos ministros de Estado. 

De autoria da Mesa da Câmara do Deputados, o PDL 471/2022 também foi promulgado e publicado no Diário Oficial da Estado.

Confira a publicação: 


Paula Sampaio 
[email protected]

Imprimir