Cidadeverde.com
Política

"Unidos ganham a eleição", afirma Ciro sobre oposição em Teresina

Imprimir

Foto: Rebeca Lima/ cidadeverde.com


Por Marina Sérvio

O senador e presidente nacional do Progressistas, Ciro Nogueira, falou sobre como a oposição se organizará para escolher entre os nomes de Silvio Mendes (União Brasil), Bárbara do Firmino (Progressistas), Luciano Nunes (PSDB) e agora também do ex-senador, João Vicente Claudino (PTB), para as eleições municipais em Teresina no ano que vem.

 Durante o programa Notícia da Manhã na TV Cidade Verde, na manhã desta sexta-feira (29), o senador afirmou que se estiverem unidos ganham a eleição e que todas as opções remetem ao passado do qual os teresinenses sentem saudade, se referindo às gestões tucanas.

"A gente vê isso nas pesquisas qualitativas e o natural é recordar, usar os exemplos. Sei que vai chegar muita gente que atacava as gestões do Firmino falando bem, mas a população não esquece, tem os vídeos que vamos mostrar na campanha e ninguém vai vestir pele de cordeiro para enganar a população de Teresina" descreve o senador.

Sobre a escolha do nome, Ciro disse que as pesquisas irão nortear a composição da chapa e que não há um preferido, o foco será o resultado das urnas.

"Eu tenho preferência para ganhar a eleição" brinca Ciro Nogueira. 

“Não mudei de pensamento”

Sobre a postura política no estado e no cenário nacional, o senador afirma que permanece trabalhando na oposição e reintegra a cobrança em relação a projetos e obras que beneficiem o Piauí.

"Não mudei de pensamento por conta de não termos vencido a eleição. Então continuaremos fazendo oposição ao governo e não ao estado. Desejo muito que as coisas cheguem ao Piauí. Afinal, foi o estado que deu a maioria em percentual ao presidente Lula e mesmo assim nunca recebeu uma obra estruturante" critica Ciro Nogueira. 

Segundo ele, o partido também mantém a mesma postura. E apesar da saída de prefeitos que eram da oposição e agora migram para a base do governo do estado, o presidente nacional do Progressistas acredita que em 2024, a sigla seguirá como a maior do Piauí em número de prefeituras. 

“É natural essa migração de pessoas que estão na oposição, mas que precisam do suporte do governo. Nós continuaremos como o maior partido do estado nas eleições municipais” afirma o senador.

Foto: Rebeca Lima/ cidadeverde.com

O futuro 

Ciro Nogueira cumprirá agenda no estado com inauguração de obras em União e São Luís do Piauí e relatou que tem muitas opções para o futuro, todas trabalhando pela oposição. Com 32 anos de mandato, ele afirma que já fez muito e pretende fazer mais se for da vontade dos eleitores.

“Temos nomes como Tarcísio, Teresa, Zema, Ratinho para a presidência. Vai depender muito da escolha do presidente Bolsonaro. Eu posso ser candidato a vice-presidente, mas não é uma coisa que me pertence porque depende desses partidos aliados” descreve Ciro, que ainda reafirma a possibilidade de disputar o governo do Piauí ou vaga no senado em 2028. 

Você pode receber direto no seu WhatsApp as principais notícias do CidadeVerde.com
Siga nas redes sociais