Cidadeverde.com

Oposição pede vista ao projeto de reforma administrativa

O projeto de reforma administrativa no executivo municipal de Campo Maior foi levado para o plenário da Câmara Municipal na sessão desta terça (7). As bases de situação e oposição divergiram quanto à aprovação. O texto chegou a ser aprovado, mas o vereador Sena Rosa (PSD) pediu vista ao projeto.

“Do jeito que a matéria estar não pode passar. Não tem aprovação da Comissão de Finanças e Orçamento. Precisamos ajustar alguns pontos para podermos aprovar, por isso precisamos de mais tempo para fazer alterações, pedir explicações ao executivo para depois, então, votarmos o projeto”, apontou Sena Rosa.

Líder do governo na casa, o vereador Edvaldo Lima (SD) saiu em defesa da aprovação. O parlamentar pediu a presidência da Câmara que a proposta de reforma administrativa fosse votada em regime de urgência, onde o projeto tramita mais rápido do que as outras demandas.

“Não há mais o que discutir. Já foi debatido, analisado, as duas Comissões já se reuniram e chega uma hora que tem que ser votado. As condições atuais da administração devem ser mudadas. O país para por uma crise muito grande e precisamos ajustar o nosso município. A oposição não votaria a favor hoje, nem amanhã e nunca. Sempre serão contrários”, afirmou.

O presidente da Câmara, vereador Fernando Miranda (PT), anunciou que seguiria o regime da casa e estabeleceu um prazo de 48h para o plenário voltar a se reunir e votar o texto.

Fonte:Ascom
cidades@cidadeverde.com