Cidadeverde.com

Câmara adia novamente votação de projeto de reforma administrativa

A votação da reforma administrativa do executivo municipal de Campo Maior foi mais uma vez adiada. A sessão extraordinária para votar o projeto que deveria acontecer nesta quinta (9) foi prorrogada. O vereador Fernando Miranda (PT), presidente da Câmara, justificou que um consenso entre as bancadas de situação e oposição resolveu levar o texto para votação na próxima terça (14).

“Nos reunimos com as duas bancadas para chegar a um consenso com relação a votação da matéria. A oposição pediu mais tempo para analisar o projeto. Como a situação não colocou nenhum obstáculo, a presidência entende que é prudente conceder mais tempo e votar o projeto na próxima sessão”, afirma Miranda.

Os vereadores estavam presentes no plenário aguardando a votação. O presidente da casa abriu os trabalhos, mas anunciou que uma conversa entre as bases havia decidido adiar a votação, apesar de o texto tramitar no legislativo em regime de urgência, onde deve ser apreciado mais rápido que as demais matérias.

O vereador Hamilton Segundo (PP), líder do grupo de oposição, se diz satisfeito com o novo prazo. “Nós temos um prazo de 10 dias para dar um parecer. Se fosse votado hoje estaria indo contra o regimento. Como será votado na terça, está assim cumprindo o regimento interno”, afirma. “Se o projeto permanecer sem alterações a oposição vota contra”, antecipou.

O projeto de reforma administrativa deveria ter sido votado na última terça (7), contudo, o vereador Sena Rosa (PSD) pediu vista e adiou a votação. O vereador alegou que não teve tempo necessário para analisar o texto do projeto.

Fonte: Ascom
cidades@cidadeverde.com