Cidadeverde.com

Recarga elétrica sem fio em rodovias tem projeto piloto

Crédito: Roman Ska

O Governo do Estado de Michigan, nos Estados Unidos, anunciou o contrato de concessão para a construção do primeiro sistema de carregamento rodoviário sem fio do País. O sistema vai permitir que veículos elétricos sejam carregados enquanto estiverem em movimento ou parados sobre estradas eletrificadas. A empresa “Electreon” foi selecionada para construir um sistema de estradas eletrificadas na cidade de Detroit, no estado de Michigan, como parte do programa piloto de carregamento de veículos indutivos. A construção de sistemas de carregamento rodoviário sem fio busca acelerar a neutralidade de carbono, além de tornar mais econômico o abastecimento dos veículos, em comparação aos combustíveis convencionais.

O carregamento sem fio permite que os veículos elétricos carreguem sem nenhuma conexão física, enquanto estão estacionados ou se deslocando em qualquer velocidade, eliminando o alcance limitado e reduzindo os custos operacionais de veículos elétricos. O anúncio do projeto Piloto de Carregamento Indutivo de Veículos do estado de Michigan foi feito, pela primeira vez, em setembro de 2021, durante um evento voltado para o setor automobilístico. A ideia é que o projeto entre em operação a partir de 2023, em um trecho inicial de até 1,6 km de carregamento de veículos elétricos sem fio.

Além dos Estados Unidos, outros países já estão com projetos de sistema de carregamento rodoviário sem fio. Na Europa, a Itália foi o primeiro país a ganhar um projeto, no trecho de pouco mais 1 km batizado como “Arena do Futuro”, situado na região da Lombardia. O sistema italiano é operado com um software baseado em nuvem, que permite o monitoramento de uma variedade de índices, como carregamento de veículos e transmissão de energia da estrada. Também possuem projetos semelhantes países como a Alemanha, Suécia e Israel.

Fonte: Cerne