Cidadeverde.com

Lavrador morre após cair em buraco na PI-113 em José de Freitas

Um homem identificado por Raimundo Barbosa dos Santos, de 34 anos, casado, morreu vítima de um acidente de moto por volta das 19 horas do último domingo (20 de janeiro de 2019) após passar sobre uma grande cratera que existe há vários meses na PI-113, próximo à localidade Marcos, a 18 km da cidade de José de Freitas. Raimundinho, como era conhecido, morreu ontem à noite, mas somente na manhã desta segunda-feira (21) o seu corpo foi encontrado por populares que avisaram a sua família e a Polícia de José de Freitas.

De acordo com moradores da região da localidade Marcos, que é município de José de Freitas-PI, o lavrador Raimundinho pilotava a Moto Honda CG-125 de placa LVS-3490-Teresina, de cor azul, ano 1999, quando perdeu o controle do veículo ao passar sobre o grande buraco que existe na PI-113, que fica a poucos metros da estrada que dá acesso ao povoado Vinagreira e a outras localidades da região. Após passar sobre o buraco, a moto se desgovernou e saiu da pista, tendo o lavrador caído e batido com a cabeça no chão, tendo morte no local do acidente. A pancada foi tão violenta que o capacete sacou da cabeça do lavrador.

A dona de casa conhecida como Leninha informou que o seu cunhado Raimundinho saiu de sua residência na localidade Espinhos, na zona rural de José de Freitas, por volta das 5 horas da manhã de domingo (20) com destino a cidade  e quando já estava retornando para casa, no início da noite de domingo, acabou sofrendo o acidente que tirou a sua vida.

Policiais militares estiveram no local do acidente, onde controlaram o trânsito até a chegada de uma equipe de peritos da Polícia Civil, que realizou uma pericia no local do acidente e em seguida, o corpo do lavrador foi removido para o Instituto Médico Legal de Teresina-PI, onde foi submetido a exames e depois liberado para a família. O corpo de Raimundo Barbosa dos Santos está sendo velado na localidade Espinho, na zona rural de José de Freitas-PI, onde também vai acontecer o sepultamento.

Imagens: Chagas Silva
Fonte: realidadeemfoco