Cidadeverde.com
Política

Graça Amorim: "reforma administrativa não terá mudanças profundas"

Imprimir

A líder do prefeito Firmino Filho (PSDB) na Câmara de Teresina, vereadora Graça Amorim (MDB), acredita que não serão criados novos cargos e pastas na Prefeitura de Teresina este ano. Graça Amorim afirmou nesta quarta-feira (23) que a reforma administrativa, já anunciada pelo prefeito, não deve ser de transformações profundas na gestão pública municipal, mas que deve acontecer com base apenas em remanejamentos e ajustes de cargos. 

“Acredito que não. Ele até já começou a fazer algumas alterações desde o ano passado, a Fundação de Saúde está fazendo, mas acredito que mudanças profundas não, até porque já temos seis vereadores suplentes”, afirmou Graça Amorim em entrevista hoje ao Jornal  do Piauí. 

A líder acrescentou que terá reunião hoje com Firmino, onde ele deve dar mais esclarecimentos sobre as alterações. “Na verdade essa reforma está tão somente a nível do executivo. Hoje a tarde eu vou ter uma reunião com o prefeito e a partir de então é que a gente vai ter mais um conhecimento da reforma no que diz respeito ao seu secretariado. As vezes é só um remanejamento de um lugar para outro, mas acredito que e tenho confiança que será em benefício da cidade”. 

A vereadora não confirmou que o vereador Caio Bucar será chamado para ocupar uma pasta na prefeitura, como tem se especulado no meio político. Com a convocação de Caio, Stalnley Freire, filho do ex-deputado Silas Freire seria convocado como suplente na CMT. 

Graça Amorim também negou que as mudanças que devem acontecer agora tenham a ver com alguma estratégia para as próximas eleições para prefeito. “Não, com certeza não, o vereador Caio é da base do prefeito e sempre deu apoio, sustentação. É um bom parlamentar e se o prefeito tiver essa intenção, como certeza estará fazendo uma boa escolha”.  

Foto: Letícea Santos/ Cidadeverde.com

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir