Cidadeverde.com
Esporte

Justiça suspende torcida Esporão do Galo dos estádios por 120 dias

Imprimir

Foto: Victor Costa/River A.C.

A torcida organizada Esporão do Galo está suspensa por 120 dias de qualquer praça esportiva do Piauí. A decisão (veja aqui) é do juiz Teófilo Rodrigues Ferreira, da 3ª Vara Cível e tem validade imediata. 

O Ministério Público do Piauí pediu a suspensão da torcida em jogos com base no termo circunstânciado de ocorrência das confusões registradas no dia 17 de abril de 2016, com atuação da Polícia Militar do Piauí. Segundo a denúncia, "a torcida vem causando distúrbios aos jogos, dificultando o bom andamento do serviço da policia e desenrolar do espetáculo, dando ensejo à propositura da presente ação".

Com a decisão, não poderá ser permitida a entrada em estádios de qualquer pessoa que use roupas ou leve objetos e bandeiras que façam alusão à Esporão do Galo. 

Em sua defesa, a Esporão do Galo alegou "inexistência de qualquer espécie de prova que demonstre violência e terror de qualquer membro da torcida organizada. 

Torcida entrou em confronto no jogo do América

No domingo, a Polícia Militar relatou que torcedores da Esporão do Galo fizeram uma emboscada a rivais do América (RN) nas proximidades do Albertão. Isso ocorreu depois de dois incidentes dentro do estádio: o lançamento de um rojão - fato também atribuído à torcida do River - e uma confusão generalizada entre torcidas no setor de cadeiras. 

Um dia depois do episódio, o presidente da Esporão do Galo, Fábio Sousa, disse ao Cidadeverde.com que repudia os atos, e que se pessoas com camisas da TEG promoveram qualquer violência, não contaram com apoio da diretoria para tal. 

O presidente do River, Genivaldo Campelo, registrou boletim de ocorrência com queixas a três torcedores da Esporão do Galo, mas também a integrantes da torcida Máfia Alvirrubra, do América (RN), e três torcidas organizadas de outros clubes - dois do Ceará e um do Piauí - que teriam participado da confusão. 

Fábio Lima, com informações de Tiago Melo (TV Cidade Verde)
[email protected]

Imprimir