Cidadeverde.com

Instituto Histórico de Oeiras solicita ao Governo do Estado reformas no Museu de Arte Sacra

O Instituto Histórico de Oeiras entrou nesta terça-feira, 21, com uma representação no Ministério Público contra o Governo do Estado, solicitando a adoção de medidas preventivas e reparadoras, visando o pleno funcionamento do Museu de Arte Sacra (MAS).

O documento foi protocolado pelo presidente do IHO, professor Júnior Vianna, na 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Oeiras e solicita, também, uma fiscalização do Corpo de Bombeiros nas instalações do Museu. O documento relata, ainda, que o prédio carece de reformas, como: reparos no telhado, novas instalações elétrica e hidráulica e incrementos no quadro funcional.

Inaugurado em 1983, o prédio abrigava o Sobrado João Nepomuceno e é uma construção colonial do início do Século IXX, tombada em nível federal. Em 2017, durante as comemorações dos 300 anos de Oeiras, a instituição recebeu nova museografia, patrocinada pela Secretaria de Estado da Cultura -SECULT, mas ainda enfrenta problemas de ordem estrutural.

Da Redação
[email protected]