Cidadeverde.com

Acusado de latrocínio é transferido de Paulistana para Picos

A Polícia Civil de Paulistana, a 450 km de Teresina, transferiu na manhã desta terça-feira (17), o acusado identificado por C.S.R.S., preso por militares soba a acusação de tentativa de latrocínio contra uma comerciante em fevereiro. O crime gerou comoção na região, em virtude do caráter hediondo e o acusado agora foi levado para a penitenciária de Picos.

Segundo informações da 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil, o indiciado continuava sendo investigado mesmo depois de preso, pois, também era suspeito de ter cometido crimes em outros Estados. ´´O averiguado, que se encontrava recolhido nesta Delegacia, além da Tentativa de Latrocínio praticada em Paulistana, é acusado de roubo no Estado do Tocantins e também no Pará, crimes relatados pelo próprio preso e confirmado posteriormente via documentos´´, afirmou o Delegado Regional em exercício, Otony Neto.

Entenda o caso 

Conforme informações repassadas pela Polícia Civil, o crime de roubo consumado e homicídio tentado (Tentativa de latrocínio), foi praticado contra a comerciante de iniciais M.V., que entrou em luta corporal com o suspeito e saiu esfaqueada no pescoço e nas mãos, sendo que o meliante fugiu com o todo o dinheiro do caixa.

A vítima, ensanguentada, pediu socorro a um vizinho e foi levada ao hospital  ´´A vítima, seus familiares, e até pessoas alheias ao caso, me questionavam a respeito do desfecho do inquérito, bem como do envio do preso ao sistema penitenciário, dando a entender que a sociedade Paulistanense queria a retirada de circulação do indivíduo, o que assim foi feito´´, finalizou o Delegado Otony.

Rayldo Pereira
[email protected]