Cidadeverde.com

Operário tem mão decepada em acidente de trabalho na obra da Transnordestina

O operário da obra da Transnordestina, identificado como José Hélio dos Santos Júnior, 21 anos, sofreu um acidente de trabalho no povoado Serra Vermelha, zona rural de Paulistana (a 452 km de Teresina) nesta sexta-feira(20). 

Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital Santa Maria em Araripina-PE, já que o local onde ocorreu o acidente era na divisa dos estados do Piauí e Pernambuco. 

De acordo com o enfermeiro de plantão na urgência do hospital, José Hélio Júnior estava com a mão direita amputada e o fêmur também direito quebrado. Lá, ele passou pelos primeiros socorros, mas foi transferido para o Hospital de Fraturas e Ortopedia Cariri em Juazeiro do Norte. 

Imagem da obra da Transnordestina em Paulistana - Foto: Ascom/Sasc

A reportagem do Cidadeverde.com entrou em contato com o hospital e foi informada que o operário foi encaminhado para Fortaleza, pois havia a esperança de conseguir recolocar a mão no lugar, mas esse tipo de cirurgia não era feita lá. 

O operário, que é cearense, estava morando em uma casa alugada em Paulistana juntamente com outros trabalhadores da mesma obra, que desde o início do ano foi retomada, após dois anos parada. Uma nova empresa toma de conta da obra e não mais a Odebrecht. A empresa Via Magna Construções e Empreendimentos Ltda está responsável pela obra desde novembro de 2014. O Cidadeverde.com tentou contato com a empresa não obteve sucesso. 

A Transnordestina terá 1.728 quilômetros, ligando a cidade de Eliseu Martins, no Piauí, aos portos de Suape, no Pernambuco, e Pecém, no Ceará. O empreendimento  está sendo implantado pela concessionária Transnordestina Logística S/A. No âmbito do Governo Federal, a obra é de responsabilidade de três ministérios: Integração Nacional, Transportes e Planejamento. A conclusão das obras está prevista para o final de 2016.

 

 

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com