Cidadeverde.com

Disfarçados de clientes de lotérica, policiais prendem foragido há 14 anos

Disfarçados de clientes de uma lotérica, policiais civis de Paulistana, município a 450 km de Teresina, prenderam José Germano, conhecido como "Zé Brasileiro", de 50 anos, na tarde desta quarta-feira (01), no bairro Saci, zona Sul da capital. De acordo com o delegado titular de Paulistana, Otony Nogueira Neto, "Zé Brasileiro" é foragido da Justiça de São Paulo há 14 anos, tem um mandado de prisão por um homicídio expedido em 2001, e outro homicídio na cidade de Queimada Nova em fevereiro deste ano.

Foto: Polícia Civil

"O acusado já vinha sendo investigado há alguns meses e já tínhamos a cópia do mandado de prisão, datado de 2001, em São Paulo. Com o auxílio de moradores, e pesquisas na internet já havíamos checado vários detalhes sobre o acusado, inclusive que ele havia sacado o benefício do Bolsa Família em uma lotérica da capital, então fizemos campana para prendê-lo", explicou o delegado.

Esta foi a segunda tentativa da Polícia de prender o acusado. "Tivemos perseverança e logramos êxito. Constatamos que o mesmo residia em Santa Maria da Codipi, em Teresina e estava trabalhanda na Central de Abastecimento do Piauí. Em seguida, descobrimos que ele sempre sacava o Bolsa Família nos três primeiros dias em que o dinheiro estava disponível, facilitando assim a ação",  acrescentou o delegado.

O homicídio praticado por José Germando em Queimada nova, ocorreu em fevereiro de 2015 em um bar que pertencia a vítima, uma mulher de 26 anos. "Zé Brasileiro" é réu confesso e ainda teria esfaqueado uma terceira pessoa na mesma ocasião.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com