Cidadeverde.com

Filho de vereadora é encontrado morto em barragem no Sul do Piauí

O filho de uma vereadora de Queimada Nova foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (30) em uma barragem da cidade localizada a 520 quilômetros de Teresina. Romário Alves Amorim, filho da parlamentar Maria Saúde (PSB), foi achado após desaparecer por cerca de 12 horas. Agora, a Polícia Civil investiga se ele se afogou acidentalmente ou foi afogado por alguém.

O corpo de Romário, de 22 anos, foi encontrado na Barragem Serra do Brejo. De acordo com o delegado Otony Nogueira Neto, titular da Delegacia de Paulistana, responsável por investigar o caso, o jovem não apresentava sinais de violência.

"O laudo, que foi feito pelo nosso perito oficial e saiu no início da tarde, constatou que a causa da morte foi afogamento. O médico legista apurou que o corpo não tinha sinais de agressões", informou Otony.

Segundo o titular da Delegacia de Paulistana, Romário desapareceu após sair com um amigo, identificado como Luís Rodrigues, para pescar na tarde de terça-feira (29). "Ele estava com um amigo, que já foi ouvido. Não encontramos nada que ligue o amigo à morte. Eles são amigos de infância e tinham o costume de sair para pescar e beber. O amigo disse que saiu da barragem por volta das 16h e deixou o Romário lá. Segundo ele, Romário ficou esperando outros colegas", relatou Otony.

Após descartar a participação do amigo na morte de Romário, a Polícia Civil tenta descobrir o que levou o filho da vereadora a se afogar. O delegado não descarta a existência de uma terceira pessoa no local onde o jovem apareceu morto. "Por causa disso, recolhemos as unhas do morto. Elas serão enviadas para Teresina até sexta-feira (2) para análise de vestígio de material genético humano", comentou.

Flávio Meireles
flaviomeireles@cidadeverde.com