Cidadeverde.com

CAPS de Piracuruca realiza mais de mil atendimentos por mês

O Centro de Atendimento Psicossocial de Piracuruca reforça a rede de atenção básica em saúde no município. Com 2.800 pacientes cadastrados e cerca de 1.500 atendimentos realizados por mês, o Caps de Piracuruca realiza o trabalho de retaguarda no atendimento a pessoas com problemas de saúde mental.

Além das consultas, farmácia de dispensação de medicamentos e atividades recreativas, um dos trabalhos realizados no Caps de Piracuruca é oficina de artesanato com material reciclado.

O trabalho é feito pelo voluntário Hermes Boson, que compartilha com os usuários o talento para transformar o que iria para o lixo em artigos para decoração. Atualmente, 30 usuários atendidos pelo Caps Piracuruca participam da oficina, que é ofertada uma vez por semana, na sede do Centro de Atendimento Psicossocial de Piracuruca.

 “Já observamos resultados positivos entre os usuários, como, por exemplo, a redução no uso de medicamentos psicotrópicos, pois estamos estimulando a mente e proporcionado uma atividade que promova a interação social, estamos contribuindo para a evolução desse paciente”, avalia Hermes Boson.

 Conceição Fontenele, coordenadora do Centro de Atendimento Psicossocial de Piracuruca, avalia como positiva a inserção de atividades recreativas, como é o caso da oficina de artesanato. “O trabalho social realizado aqui melhora o desenvolvimento dos nossos usuários que aprendem essa nova habilidade e se sentem mais confiantes, evoluindo no tratamento médico“, encerra Conceição Fontenele.

Da Editoria de Cidades
cidades@cidadeverde.com