Cidadeverde.com

Campanha de combate à dengue ganhará reforço de professores e alunos

Envolver alunos e professores no combate ao mosquito Aedes aegypti é o novo projeto da Prefeitura de Piracuruca. A Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Educação passarão a atuar juntas nas ações que visam barrar o avanço de doenças como a dengue, a chikungunya e a zika vírus.

A proposta é que aproximadamente 200 educadores e 4 mil alunos da rede municipal de ensino em Piracuruca tornem-se multiplicadores  das informações. Identificar e eliminar os possíveis criadouros, manter os quintais e terrenos limpos, organizar corretamente o lixo e recolher os recipientes que possam acumular água parada são algumas das dicas que professores e alunos darão para a comunidade.

O prefeito Raimundo Alves Filho (PSD) explica que a mobilização será contínua e reforçará a Campanha de Combate à Dengue já realizada em todo o território de Piracuruca, através dos Agentes Comunitários de Saúde e das equipes dos Postos de Saúde, das zonas urbana e rural da cidade. “O objetivo é que cada cidadão de Piracuruca contribua com a campanha de combate à dengue. Assim, o nosso município ficará cada vez mais protegido”,  reforça o prefeito.

Nesta quinta-feira (15), os professores assistiram a uma palestra conduzida pela enfermeira Rosa Célia, da UBS Guarani, que pontuou as principais informações sobre o mosquito Aedes aegpty e de como combater este vetor. O encontro aconteceu no auditório do Centro Integrado de Ensino Fundamental (CIEF).

O secretário municipal de Saúde, Valderi Machado, explica a metodologia do trabalho em parceria dos profissionais da saúde e da educação. “Esse trabalho em conjunto já acontece. O que nós vamos fazer é ampliar o alcance das ações agora com o apoio dos professores, dos alunos e de suas famílias. O trabalho começa na sala de aula com os professores conscientizando os alunos, em seguida vamos todos para as regiões de cada escola municipal informar a comunidade, identificar os criadouros do mosquito e trabalhar para que o nosso município fique livre dos casos de Dengue”, destaca Valderi Machado.

Rayane Fernanda Lemos, secretária municipal de Educação, enfatiza que os professores estão empenhados para contribuir com as ações de promoção e prevenção de saúde realizada no município. “Acredito que as novas ações, agora com o apoio dos professores e envolvendo os alunos, trarão bons resultados para o nosso município”, avalia Rayane Fernanda Lemos.

Na próxima semana, as secretarias de Educação e de Saúde irão promover uma reunião com os pais e ou responsáveis para apresentar a proposta.  Na semana seguinte os professores e alunos já iniciarão os mutirões de mobilização nas comunidades, pois, durante todo esse período, os professores já estarão trabalhando a temática com alunos em sala de aula.