Cidadeverde.com

PM suspeito de matar jovem em comemoração da eleição se entrega

Atualizada 30/10 às 07h29

Um homem identificado como Rodrigo Magalhães de Brito foi morto com um tiro na cabeça em Piracuruca, a 196 km ao Norte de Teresina. O crime aconteceu por volta das 15h desta segunda-feira (29) na avenida Coronel Pedro de Brito, bairro Esplanada. Segundo a Polícia Civil, ele foi morto durante uma abordagem da Polícia Militar.

O confronto com a PM teria acorrido após áudios no aplicativo Whatsapp, atribuídos à vítima, ameaçarem um policial militar. Um vídeo gravado ontem à noite e postado nas redes sociais mostra Rodrigo em uma suposta comemoração pela vitória do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), exibindo uma arma de dentro do carro em que estava.

Segundo o delegado geral, Riedel Batista, o PM que atirou no rapaz se apresentou voluntariamente na delegacia por volta das 17h. "A informação que temos é que ele desacatou o policial. Houve troca de tiros e a vítima foi alvejada", disse.

Riedel disse ainda que o PM prestou socorro à vítima chamando a ambulância e não se evadiu do local. Ele foi ouvido pela delegado Hugo Alcântara na presença de advogados. Procurado pelo Cidadeverde.com, o delegado disse que só se manifestaria posteriormente.

A Comunicação da Polícia Militar enviou uma nota sobre o caso, veja abaixo:


Vítima teria sido atingida com um tiro na cabeça. Foto: Arquivo/Rede Social

NOTA DA POLÍCIA MILITAR

A Polícia Militar do Piauí informa que no dia 28/10/18,  Rodrigo Magalhães de Brito  estava numa carreata na cidade de Piracuruca,  portando uma pistola e mostrando para as pessoas, quando a PMPI chegou no local o individuo já tinha evadido.

 Nesta tarde a Policia Militar foi efetuar a prisão de Rodrigo em virtude de ameaças no Wattsapp.  No momento da prisão o policial verbaliza  e pede para Rodrigo soltar a arma. Ele sai em fuga e a Policia Militar começa o acompanhamento. 

Em seguida,  houve abordagem policial e acabou sendo alvejado durante a intervenção.  O Policial Militar apresentou-se   espontaneamente no Distrito Policial e está dando seu depoimento ao Delegado titular de Piracuruca. A Corregedoria da PMPI tomará todas as providências.

Teresina, 29 de outubro de 2018.

Elza Rodrigues Ferreira - TC Diretora de Comunicação Social da PMPI

 

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com