Cidadeverde.com

Irmãos presos por morte de marido de secretária passam por audiência de instrução

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Acontece nesta sexta-feira (28) a audiência de instrução e julgamento dos 8 suspeitos de participação no assassinato do empresário João Rodrigues Dias Neto, marido da secretária municipal de Assistência Social de São Raimundo Nonato, a 527 km de Teresina, que foi morto na frente das filhas no dia 13 de setembro desse ano. Entre os indiciados, quatro são irmãos.

A audiência de instrução será comandada pelo juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, da 1ª Vara da Comarca de São Raimundo Nonato, com início às 10h.

O juiz vai ouvir as testemunhas, os réus, o representante do Ministério Público, além dos advogados de defesa.

 

 

Com o fim da audiência, o Ministério Público e a defesa vão ter um prazo para apresentar as alegações finais. Depois o juiz vai analisar todas as provas e informações colhidas, para decidir se os réus vão ser julgados pelo Tribunal Popular do Júri.

Entre os indiciados estão quatro irmãos que teriam planejado e encomendado o assassinato de João Rodrigues para que ocorresse na frente das duas filhas dele no dia 13 de setembro deste ano. O crime teria sido planejado, porque o empresário se envolveu em junho deste ano em um acidente que vitimou o pai dos acusados, Pedro Pereira. 

O idoso colidiu sua motocicleta em um animal, e logo atrás estava o empresário que acabou passando por cima do corpo. Um dos filhos de Pedro presenciou tudo, pois estava vindo logo atrás em outro carro. Investigação policial apontou que Pedro morreu devido à colisão do animal, mas os irmãos não aceitaram o resultado e teriam planejado o assassinato para se vingar.

Atualmente as irmãs Precília e Patrícia cumprem prisão domiciliar, por terem filhos menores de idade. Os demais estão presos.

Foram denunciados:

  • Paulo Ferreira Pereira - filho do idoso e suspeito de ser o mandante do crime e preso no dia 20 de setembro;

Foto de Paulo Pereira enviada ao portal e confirmada pela Polícia

  • Juniel Assis Paes Landim - suspeito de ser o executor do crime e  preso no dia 15 de setembro;

Foto enviada ao Cidadeverde.com

  • Juliermes Braga Paes Landim- amigo de Paulo, que teria guardado a arma de fogo usada no crime e presenciado todo o planejamento do assassinato;
  • Patrícia Ferreira Pereira - filha do idoso, irmã de Paulo Ferreira, apontado como o mandante do crime, que teria ajudado a planejar;
  • Mauro Viana de Almeida -  marido de Precília e cunhado de Paulo, que é suspeito de saber do plano para matar o empresário e participar do pagamento;
  • Ronigleisias dos Santos Silva - mototaxista, fazia alguns trabalhos para Paulo, e é apontado como o responsável por ceder o carro usado na logística de fuga que levou Juniel, o executor, a São Lourenço do Piauí. Ele também teria cedido seu veículo para fazer o levantamento da rotina da vítima;
  • Precília Ferreira Pereira Fernandes- filha do idoso e irmã de Paulo apontada por participação na dinâmica e logística do crime;
  • Luiz Ferreira dos Santos Neto- filho do idoso e irmã de Paulo apontada por participação na dinâmica e logística do crime.

 

Foto: Reprodução WhatsApp

Os irmãos Precília e Luiz Fernandes

 

 

 

Bárbara Rodrigues 
[email protected]