Cidadeverde.com

Gil Carlos presidente da ABM Nordeste

Nesta quarta-feira (25), o presidente da Associação Piauiense de Municípios, Gil Carlos, irá tomar posse como Presidente da Região Nordeste na Associação Brasileira de Municípios (ABM) para o próximo triênio 2018/2021, na cidade de Brasília.

Para o gestor, a integração entre entidades municipalistas é a melhor forma de se ter resultados mais efetivos para as prefeituras. “É importante ter essa integração e com isso cada instituição cuidar de uma pauta de interesse dos municípios”, ressalta o presidente.

A ABM é uma sociedade civil sem fins lucrativos, que tem como membros os Municípios e Associações Estaduais de Municípios constituídos em pessoa jurídica e reconhecidas pela ABM. E tem como um de seus objetivos promover o aperfeiçoamento da administração municipal, na multiplicidade de seus aspectos.

Fonte: Ascom

Vacinação contra Gripe em São Pedro do Piauí

O Piauí precisou adiar no interior do Estado a vacinação contra a gripe para crianças entre seis meses e cinco anos, no entanto, São Pedro do Piauí, visando a agilidade da imunização dessa faixa etária, adquiriu por conta própria os materiais necessários que o Estado ainda não conseguiu disponibilizar, uma vez que a Secretaria de Estado de Saúde (SESAPI) teve dificuldades em adquirir as seringas específicas.

"Garantimos as agulhas e seringas que o estado ainda não disponibilizou, para não atrasar a vacinação, compramos as seringas que para as crianças são diferenciadas" destacou a secretária de saúde, Ana Lourdes.

A gestora explica ainda que neste primeiro momento, visto que o Estado enviou apenas 20% da quantidade suficiente de vacina, o público prioritário será justamente as crianças. "Como o Estado ainda não liberou todos os lotes, estamos vacinando as crianças, profissionais da saúde e as pessoas que procuram os postos, posteriormente, todos os públicos serão atendidos, visto que a previsão para o novo lote de vacinas chegar é a semana que vem". Esclareceu a secretária. 

Além da capital Teresina, apenas São Pedro do Piauí e alguns municípios iniciaram a campanha de imunização nesta segunda-feira. 

Fonte: Ascom

Internet gratuita em Campo Maior

O prefeito Professor Ribinha assinou nessa segunda-feira, 23, o termo de adesão ao programa federal ‘Internet Para Todos’. O programa tem por objetivo levar internet de alta qualidade para 13 localidades de Campo Maior, onde o acesso à rede mundial de computadores ainda é precário.

O prefeito Professor Ribinha disse que o acesso à internet será facilitado na Praça Bona Primo, na Praça Valdir Fortes e ainda nos bairros de Flores, São João, Cariri, Cidade Nova, Califórnia e ainda nas comunidades Porção II, São Joaquim, Água Fria e Corredores.    

Ribinha disse que a inclusão digital é uma ação prioritária da sua gestão e com o programa federal ‘Internet para Todos’, que é desenvolvido pelo Ministério das Ciências, Tecnologia, Inovação e Comunicação, será possível atender comunidades onde o acesso à internet é de baixa qualidade.

O programa prevê, ainda esse ano o acesso à rede mundial de computadores, através da banda larga transmitida por satélite. “Eu considero o acesso à internet gratuito e de qualidade um avanço importante para a nossa cidade, uma vez que vai permitir a inclusão digital a milhares de pessoas, aproximando o cidadão à informação, além de oferecer acesso à cultura e ao entretenimento ”, avaliou o prefeito Ribinha.

Fonte: portaldecampomaior

Festividades em Sigefredo Pacheco

A prefeitura de Sigefredo Pacheco divulgou a programação das comemorações dos 26 anos de emancipação politica e também pela passagem do dia do trabalhador.

As comemorações iniciam no dia 28 e terminam no dia 29, data do aniversário do município.

Desmembrado de Campo Maior em 1992, o então Povoado Conceição do Brasão recebeu o nome do político Sigefredo Pacheco e teve sua efetiva instalação administrativa em janeiro de 1993 com seu primeiro prefeito Zeca Pereira.

Fonte: Ascom

Estudo científico para a Lagoa do Cajueiro

O prefeito de Joaquim Pires Genival Bezerra (PT), esteve reunido dia 20 de abril, com representantes da  UFPI, Campus de Parnaíba. Na oportunidade, o gestor municipal solicitou um estudo técnico para diagnosticar os problemas de poluição da Lagoa do Cajueiro e apontar soluções.

De acordo com o prefeito, a reunião foi bastante proveitosa. Na ocasião, a Universidade se comprometeu em criar uma comissão de técnicos para fazer o estudo dos problemas que atualmente atingem a lagoa.

A lagoa do Cajueiro atrai todo ano centenas de turistas.  É umas das maiores lagoas do Piauí e possui uma área total de 17 km², dos quais 10,38 km²  pertencem ao município de Joaquim Pires.

ASCOM

Heráclito destaca engenho cultural de Parnaíba

  • PHB_sf_6.jpeg Ascom
  • PHB_sf_5.jpeg Ascom
  • PHB_sf3.jpg Ascom
  • PHB_sf_4.jpeg Ascom
  • PHB_sf1.jpg Ascom
  • PHB_sf_2.jpg Ascom
  • PHB_sf.jpg Ascom

Em seu pronunciamento nesta quinta-feira, 19, o deputado Heráclito Fortes (DEM) destacou o trabalho do artista plástico e ceramista Jackson Cristiano que, sozinho, idealizou o Engenho Cultural São Francisco, localizado na cidade de Parnaíba, e que se tornou o primeiro espaço de artes visuais do Estado.

“É meritório o trabalho do Jackson e merece o meu aplauso e louvor e a certeza de que dentro de pouco tempo vamos ter esse museu enriquecido com belas obras de arte da cultura popular brasileira e piauiense”, disse o deputado, revelando que está fazendo um trabalho para agregar peças ao acervo do artista.

Heráclito Fortes contou que conheceu o Engenho a convite do prefeito Mão Santa e que ficou impressionado com a determinação e dedicação do artista. “trata-se de uma obra solitária e determinada, que reúne em seu acervo, obras de sua lavra e de outros pintores piauienses e brasileiros, inclusive do artista que o inspirou, o mestre pernambucano Francisco Brennand”, pontuou.


O Engenho São Francisco está localizado na cidade de Parnaíba e é uma iniciativa do ceramista e artista plástico Jackson Cristiano que, após visitar pela primeira vez em 2003, a oficina cerâmica do mestre pernambucano Francisco Brennand, passou a alimentar a ideia e o sonho de erguer em solo piauiense um local onde fosse possível abrigar, preservar e divulgar um acervo representativo de sua obra, fruto da inquietação e persistência do pesquisador, o que a torna dinâmica e em constante ebulição, bem como obras de outros artistas que compõem o cenário das artes visuais de sua região e Estado, além de disponibilizá-lo à visitação pública.

“Eu nunca imaginei que minha ideia pudesse ter essa repercussão. Eu fiz cada coisinha aqui sem nunca imaginar que fosse tão longe. Estou feliz demais com esse pronunciamento do deputado, em especial, pelo apoio ao Projeto”, disse o artista, ao saber do discurso. 

Fonte: Ascom

Encontro das Cidades em Gilbués

O governador Wellington Dias confirmou presença nesta sexta-feira (20), em Gilbués, para participar do  3º Encontro das Cidades do Extremo Sul do Piauí com as Polítias Públicas.

O evento tem por objetivo debater o desenvolvimento do Extremo-Sul piauiense, com o desenvolvimento de políticas públicas que reflitam a realidade da região.

Também já confirmaram presença o Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, o diretor de Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente, Valdemar Rodrigues, o ex-presidente da Funasa e ex-secretário nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Henrique Pires, o senador Ciro Nogueira, o presidente da APPM, Gil Carlos e demais autoridades.

E a comitiva do pré-candidato ao governo do estado Luciano Nunes igualmente confirmou presença no evento. A caravana é composta de deputados, prefeitos e lideranças políticas.

O 3º Encontro das Cidades será realizado na sede da Maçonaria, a partir das 8h30.

Fonte: portalcorrente

Equipes de Campo Maior drenam lagoa

A Lagoa do Araim, localizada no Bairro Cidade Nova, está com o  volume  de água acima do normal por conta das intensas chuvas que atingiram Campo Maior. Por causa da cheia a água ameaça invadir  casas que foram construídas nas proximidades do lago.

Para evitar esse transtorno, equipes da Defesa Civil, SAAE e Secretaria de Infraestrutura trabalham na construção de canais que possam drenar a água e conter a inundação.

A Prefeitura estava monitorando o local desde o início da semana e nessa quarta-feira, 18, o problema se agravou por conta do aumento do volume das águas e também porque o sangradouro estava obstruído. Máquinas trabalham no local desde de terça-feira, 17.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil, Edilson da Silva, a Prefeitura de Campo Maior está utilizando máquinas para construir um canal onde irá escoar o excesso de água, mas o volume é grande e algumas construções feitas nas proximidades do local impedem que o escoamento seja em uma vazão satisfatória.

“Nossas equipes estão trabalhando com o esforço para que a população vizinha a lagoa não sofra. Estamos tentando evitar que a água invada as casas e trabalhando para que o volume excessivo da lagoa escorra o mais rápido possível”, conta o superintendente da Defesa Civil.  

Fonte: portaldecampomaior

Preocupação com a qualidade dos alimentos em Floriano

Preocupados em atender os horticultores do município, a Prefeitura de Floriano, através, da Secretaria de Desenvolvimento Rural, realizou curso formativo nesta terça-feira (17), na horta comunitária localizada no bairro Campo Velho, para os horticultores da região do bairro Bela Vista, antigo Morro do Tiro. Segundo o secretário Assis Carvalho, que abriu o curso de “Uso Consciente de Agrotóxico”, o objetivo é conscientizar os produtores a não utilizar estes produtos nocivos à saúde. Assis ressaltou que as hortaliças demoram pouco tempo pra chegar a mesa do consumidor, em média 40 à 60 dias e existem agrotóxicos que agem por 21 dias, isso pode acarretar em diversos problemas de saúde, uma vez que os resíduos destas substâncias ficam acumuladas no corpo.

O técnico em agropecuária Jean Eufrásio, que ministrou o curso, garantiu que de 2002 à 2012 o uso de agrotóxico aumentou em 115%, e que a secretaria faz um trabalho preventivo através deste curso e de outras ações para conscientização da utilização do produto, em face da aplicação por parte de alguns produtores, o curso propicia informações sobre uso consciente, equipamento de proteção individual, maneira correta de aplicação e descarte correto de embalagens. 19 horticultores participaram do evento que foi avaliado de modo satisfatório, tendo a interação dos produtores que receberam com atenção todas as informações. No Brasil existem cerca de 200 tipos de agrotóxico em circulação, o Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento – MAPA, realiza fiscalizações rotineiras ou através de denúncias, mesmo assim a demanda é muito grande, uma vez que o Brasil é o segundo maior consumidor de agrotóxico do mundo.

Muitos problemas de saúde estão vinculados à utilização destes produtos e são divididos em três categorias: agudas que envolvem sintomas imediatos ou poucas horas depois do contato com as substâncias, tais como tosse, sudorese excessiva, problemas de visão e etc.  Já as doenças sub agudas agem de forma mais lenta, ocorrendo a intoxicação por via oral, nasal ou dérmica e a crônica que abrange diversos tipos de câncer, até mesmo o de feto, se a mãe tiver contato com esse tipo de substância. O curso deve chegar em outras hortas florianenses e nas comunidades, por ser um período onde a produção é grande, paralelamente, ocorre o aumento de pragas na plantação, o que acaba influenciando a utilização do agrotóxico.

Fonte: Ascom

MPT Itinerante está de volta a Uruçuí

O projeto MPT Itinerante, do Ministério Público do Trabalho no Piauí, estará na microrregião de Uruçuí de 18 a 20 de abril. Na oportunidade, o Procurador do Trabalho, José Wellington Soares, irá realizar inspeções dos procedimentos já em trâmite no MPT e estará de plantão, na quinta-feira (19) a partir das 14h na Vara do Trabalho de Uruçuí, para o recebimento de novas denúncias.

Neste ano, o MPT Itinerante vai priorizar inspeções nas atividades de limpeza pública e coleta de lixo nos municípios, intensificar a verificação de normas de saúde e segurança em postos de revenda de combustíveis e verificar as irregularidades trabalhistas mais comuns em cada região.

Fonte: Ascom

Posts anteriores